DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/02/2019

Concurso do Detran/PA é cancelado e quatro pessoas são presas

Após suspeita de fraude, Governo do Pará divulgará novo cronograma de provas até 15 de fevereiro

Concurso do Detran/PA é cancelado e quatro pessoas são presas Sede do Detran, em Belém

 

DEAMAZÔNIA BELÉM, PA - O governo do Pará decidiu cancelar o concurso público para o cargo de agente de fiscalização do trânsito do Detran/PA realizado neste domingo (11), organizado pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (Fadesp). O certame tinha validade para todo o Estado. Candidatos denunciaram que fiscais não teriam aberto o lacre das provas na frente dos candidatos, em uma das salas, no Colégio Santo Antônio, no bairro da Campina, em Belém. Quatro candidatas também foram presas, tentando fraudar as provas. A informação é do G1. 

 

As candidatas foram presas em flagrante quando faziam as provas no Núcleo Policial de Inteligência (NPI), na Escola de Enfermagem e no Campus IV, da Universidade Estadual do Pará (UEPA).

 

A Polícia Civil informou que duas delas foram presas em flagrante com telefones escondidos e escutas. A terceira se passou por outra candidata e com a quarta foi encontrada uma cola eletrônica.

 

No mesmo concurso a Secretaria de Administração do Estado (Sead) manteve o certame para as 34 vagas de agente de educação de trânsito e confirmou o cancelamento dos exames para o  cargo de agente de fiscalização de trânsito que ofertava 66 vagas. Os salários são equivalente a R$  2.191,52.

 

Em Nota, a Sead/PA ressalta que Fadesp já foi responsabilizada pelo fato e que um novo cronograma será divulgado até a sexta-feira, dia 15 de fevereiro, para a realização de novas provas.

 

NOTA DA SEAD

Sead informa sobre cancelamento de provas para cargo de agente de trânsito do Detran

A Secretaria de Administração do Estado (Sead) informa o cancelamento das provas de conhecimento apenas para o cargo de agente de educação de trânsito do Concurso Público C-177 Detran, aplicadas pela Fadesp, organizadora do certame. A Sead lamenta o transtorno que isto causará aos candidatos que fizeram as provas neste domingo (10).

 

O órgão estadual afirma ainda que, junto com a Polícia Cívil, está apurando o fato de envelopes contendo as provas não terem sido abertos na presença dos candidatos em um dos locais de prova, pois tal ocorrência prejudica a transparência e a lisura do concurso, que devem ser preservadas no interesse público. 

 

A Sead ressalta que Fadesp já foi responsabilizada pelo fato e que um novo cronograma será divulgado até a sexta-feira, dia 15 de fevereiro, para a realização de novas provas, e que as provas no turno da tarde, para agente de fiscalização, ocorrem normalmente.

Sobe Catracas

ENNIO CANDOTTI, diretor do Museu da Amazônia (Musa)

Professor receberá nesta quarta (21), na Aleam, o Título de Cidadão do Amazonas

Desce Catracas

WLADMIR COSTA, ex-deputado federal

MPF pede cancelamento da concessão de rádio, ligada à ele, acusada de promover o ex-deputado com transmissão irregular de comícios