DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/02/2019

MP-AM recomenda aplicação legal do Fundeb em Lábrea

Caso o prefeito Gean Campos não cumpra a recomendação será responsabilizado nas esferas criminal e civil, por ato de improbidade administrativa

MP-AM recomenda aplicação legal do Fundeb em Lábrea MP-AM recomenda aplicação legal do Fundeb em Lábrea (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA LÁBREA, AM - O Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM), por meio da Promotoria de Justiça de Lábrea, expediu, no dia 06 de fevereiro de 2019, recomendação ao Prefeito Municipal, Gean Campos de Barros, e ao Secretário Municipal de Educação, Jesus Batista de Souza, para que o município pare de liberar recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) a profissionais do magistério que não estejam desempenhando suas funções nas escolas, conforme a Lei n. 11.494/2007.

 

Caso os gestores não acatem a recomendação, serão responsabilizados nas esferas criminal e civil, por atos de improbidade administrativa.

 

“Em dezembro de 2018, a Promotoria foi procurada pela Associação de Professores Municipais que apresentou a denúncia de que a Prefeitura estava liberando recursos do Fundeb de maneira irregular. A lei prevê que 60% anual do Fundo deve ser destinado para custeio da remuneração dos profissionais do magistério que estejam, de fato, desempenhando suas funções nas escolas”, explicou o Promotor de Justiça Rodrigo Nicoletti.

 

As despesas com aposentadorias e pensões (inativos) não foram computadas no cálculo do demonstrativo do Fundeb. Após a reunião com o Presidente da Associação, Edivaldo Nunes dos Santos, foi instaurada Notícia de Fato e, posteriormente, o Inquérito Civil n. 02/2019 para apurar eventual ato de improbidade administrativa do Prefeito Municipal de Lábrea.

 

O MP-AM deu prazo de dez dias para análise e manifestação quanto a eventual acatamento da recomendação e informações sobre as providências adotadas.

Sobe Catracas

ALFREDO MENEZES, coronel reformado do Exército

Assumiu a superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), nomeado pelo presidente Bolsonaro

Desce Catracas

DOCA ALBUQUERQUE, prefeito de Terra Santa

Justiça Eleitoral cassou (primeira instância) mandato dele de prefeito por abuso de poder econômico nas Eleições de 2016