DeAmazônia

MENU
Atualizado em 07/02/2019

Bolsonaro tem nova febre e médicos detectam pneumonia, diz boletim

Presidente está internado há 11 dias no hospital Albert Einstein, em São Paulo

Bolsonaro tem nova febre e médicos detectam pneumonia, diz boletim Internado há 11 dias, o presidente Jair Bolsonaro voltou a ter febre na noite de quarta-feira (7)

Com informações da Folhapress

Internado há 11 dias, o presidente Jair Bolsonaro voltou a ter febre na noite de quarta-feira (7) e uma tomografia detectou pneumonia.

 

"Apresentou, ontem à noite, episódio isolado de febre sem outros sintomas associados, foi submetido à tomografia de tórax e abdome que evidenciou boa evolução do quadro intestinal e imagem compatível com pneumonia", diz boletim médico divulgado nesta quinta-feira (7).

 

Bolsonaro está internado há 11 dias no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele permanece em uma unidade semi-intensiva.

 

A detecção de pneumonia fez com que os médicos fizessem ajustes para ampliar o tratamento com antibióticos, iniciado no domingo (3), quando ele teve febre pela primeira vez desde que foi submetido a uma cirurgia de reconstrução de trânsito intestinal na segunda (28).

 

O porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, disse que a febre foi em torno de 38 graus e que exames médicos destacaram a possibilidade de infecção viral.

 

O boletim informou ainda que o presidente está "sem dor, com sonda nasogástrica, dreno no abdômen e recebendo líquidos por via oral em associação à nutrição parenteral".

 

Nesta quinta, ele caminhou pelo corredor e realizou exercícios respiratórios.

 

Os médicos ainda não têm previsão de alta e as visitas seguem restritas apenas a familiares. 

Sobe Catracas

PAULO CARVALHO, procurador de Justiça

Foi nomeado titular da Corregedoria da Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM), pelo governador Wilson Lima, para o biênio 2019-2021

Desce Catracas

MANO DADAI, vereador de Santarém (PA)

Justiça condenou ele a perda do mandato e oito anos de prisão, na Operação Perfuga, por associação criminosa e peculato