DeAmazônia

MENU
Atualizado em 28/01/2019

Vale anuncia doação de R$ 100 mil a cada família de vítimas

Há ainda 279 pessoas ainda desaparecidas

Vale anuncia doação de R$ 100 mil a cada família de vítimas Segundo a empresa Vale, trata-se de doação, e não de indenização. (Foto: Reprodução)

Por Agência Brasil

A Vale vai doar R$ 100 mil para cada família que teve um parente morto na tragédia gerada com o rompimento da barragem da mineradora em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte. As doações serão repassadas a partir de desta terça-feira (29/01). Segundo a empresa, trata-se de doação, e não de indenização.

 

No local, será colocada uma cortina de contenção no Rio Paraopeba para evitar que a lama se espalhe e afete o abastecimento de água na cidade de Pará de Minas. Subiu para 65, segundo informou a assessoria do governo na noite desta segunda-feira (28/01). Conforme o porta-voz da Defesa Civil de MG, 135 pessoas estão desabrigadas.

 

Há ainda 279 pessoas ainda desaparecidas, enquanto 192 foram resgatadas com vida até o sábado (26). 

 

O diretor executivo de Finanças e Relações com Investidores da Vale, Luciano Siani, disse que está assegurado o repasse da compensação financeira para o município de Brumadinho. “A Vale vai compensar o município como se a operação estivesse correndo” , ressaltou.

 

Paralelamente, foram contratados psicólogos e assistentes sociais do Hospital Albert Einstein para assistência às vítimas do acidente na região.

 

Questionado sobre a queda de 24% das ações da Vale na Bolsa de São Paulo, Siani disse que o foco das preocupações é outro. “O foco é na mitigação do sofrimento.”

 

O diretor da Vale afirmou ainda que não tmr competência para avaliar as sugestões de mudança no comando da Vale. Segundo Siani, o tema “compete ao Conselho de Administração”.

 

“Todos esses assuntos são de menor importância, todo o foco está nas pessoas e no meio ambiente. A família Vale está dilacerada e está sofrendo”, disse Siani.

 
 

Sobe Catracas

YANA GADELHA, lutadora de MMA

Vinda do balé clássico, com apenas 10 meses de treinos, amazonense foi eleita "Revelação do Ano", no prêmio Osvaldo Paquetá, considerado o Oscar do MMA

Desce Catracas

JOCIONE SOUZA, prefeito de Novo Aripuanã

Justiça mandou ele pagar gratificações à professores municipais, atrasadas desde os anos de 2011 e 2012