DeAmazônia

MENU
Atualizado em 14/01/2019

Secretário de Privatizações quer demitir servidores concursados, diz Veja

Demissão motivada

Secretário de Privatizações quer demitir servidores concursados, diz Veja Salim Mattar, secretário de Privatizações (Foto: Divulgação/Fiesp)

Por ALICE ALENCAR

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O secretário de Privatizações do governo Jair Bolsonaro, Salim Mattar, pretende demitir funcionários concursados, com base na "demissão motivada", segundo informação publicada na coluna Radar, da Revista Veja, neste sábado, 12 de janeiro.

 

Trata-se do instrumento que permite ao Executivo demitir servidores concursados sob justificativa de sanar estatais falidas, que costuma gerar pelejas jurídicas intermináveis.

 

Mattar assumiu a Secretaria de Privatizações, uma das seis do Superministério da Economia, a convite do ministro Paulo Guedes.

 

Segundo nota da equipe econômica, "a nova Secretaria vai ser responsável pelos desinvestimentos, desmobilização e busca de maior eficiência na gestão dos ativos da União".

 

Salim Mattar é o fundador da empresa de locação de automóveis Localiza. Ele deixou a presidência da agência para assumir a Secretaria.

 Leia a nota na coluna Radar da Revista Veja

Sobe Catracas

ALFREDO MENEZES, coronel reformado do Exército

Assumiu a superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), nomeado pelo presidente Bolsonaro

Desce Catracas

DOCA ALBUQUERQUE, prefeito de Terra Santa

Justiça Eleitoral cassou (primeira instância) mandato dele de prefeito por abuso de poder econômico nas Eleições de 2016