DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/01/2019

Presidente da Apex pede demissão e é primeira baixa do governo Bolsonaro

Há uma semana no cargo Alex Carneiro pediu demissão; anúncio foi feito no Twitter, pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo

Presidente da Apex pede demissão e é primeira baixa do governo Bolsonaro Alex Carreiro, presidente da Apex que pediu demissão uma semana após tomar posse. Foto: Reprodução/Site da Apex

O governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL) sofreu sua primeira baixa em menos de 10 dias de gestão. O presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), Alex Carneiro tinha sido empossado no dia 3 e pediu exoneração nesta quarta-feira (9), sem explicar os motivos da decisão.

 

O anúncio foi feito no Twitter, pelo ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo.

 

"O Sr. Alex Carreiro pediu-me o encerramento de suas funções como Presidente da APEX. Agradeço sua importante contribuição na transição e no início do governo. Levei ao PR Bolsonaro o nome do Emb. Mario Vilalva, com ampla experiência em promoção de exportações, para Pres. da APEX", disse o chanceler.

 

Nos bastidores, a queda de Carreiro era considerada questão de tempo, já que sua escolha para o cargo era considerada equivocada por funcionários do Itamaraty. Com inglês sofrível, ele era formado em comunicação social e não tinha experiências prévias em comércio exterior. // BRASIL 247

Sobe Catracas

DANIELY CASTILHO, fisiculturista amazonense

Após ficar no Top 3 do Ms. Olympia, maior show de fisiculturismo do mundo, concorre ao título de 'Melhor competidora profissional do ano'

Sobe Catracas

MIKAIL IWANON, jogador de xadrez

Amazonense é o único representante do Norte no Campeonato Nacional de Xadrez, no Rio Grande do Norte

Desce Catracas

ONYX LORENZONI, ministro da Casa Civil

Comparou o risco que crianças correm, ao pais terem uma arma de fogo em casa, ao de ter um liquidificador

Desce Catracas

JOAQUIM CORADO, prefeito de Amaturá

Apesar de constatar irregulariades na aplicação de recursos de convênios em gestão passada não sabe se vai denunciar ex-prefeito

BASTIDORES