DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/01/2019

Número de ataques no CE sobe para 153 após mais ônibus serem queimados

Dois deles foram registrados em Fortaleza e o restante em Maranguape, na Região Metropolitana da capital

Número de ataques no CE sobe para 153 após mais ônibus serem queimados Onda de ataques ainda não foi contida apóes a chegada da Força Nacional. Foto: reprodução

onda de ataques no Ceará, mesmo com a chegada da Força Nacional, no sábado (5), não foi estancada e continua trazendo prejuízo e medo à população. De ontem (7) - sexto dia de ações criminosas - para hoje (8), mais quatro ônibus foram incendiados em três cidades cearenses. Dois deles foram registrados em Fortaleza e o restante em Maranguape e Aracati, na Região Metropolitana da capital. Em todo o estado, já houve 153 registros de atos violentos. 

 
 

Na noite dessa segunda-feira, dois coletivos que estavam na Grande Messejana, em Fortaleza, ficaram em chamas. O primeiro caso aconteceu no bairro Pedras, às 21h. Já o segundo, no Parque Itamary, uma hora depois. Não houve feridos. Em Maranguape, um micro-ônibus também foi incendiado. Os suspeitos fugiram.

 

Já em Aracati, um ônibus também foi incendiado próximo à rodoviária do município, na noite dessa segunda, por volta das 23h. O veículo ficou destruído.

 

Recolhimento de transportes

As empresas de transporte urbano foram orientada a recolher todos os coletivos durante a madrugada desta terça-feira (8). O Sindiônibus havia informado na noite de ontem que a frota de ônibus de Fortaleza vai circular com 100% dos veículos desde as primeiras horas da manhã desta terça-feira (8). // NOTÍCIAS AO MINUTO

Sobe Catracas

DANIELY CASTILHO, fisiculturista amazonense

Após ficar no Top 3 do Ms. Olympia, maior show de fisiculturismo do mundo, concorre ao título de 'Melhor competidora profissional do ano'

Sobe Catracas

MIKAIL IWANON, jogador de xadrez

Amazonense é o único representante do Norte no Campeonato Nacional de Xadrez, no Rio Grande do Norte

Desce Catracas

ONYX LORENZONI, ministro da Casa Civil

Comparou o risco que crianças correm, ao pais terem uma arma de fogo em casa, ao de ter um liquidificador

Desce Catracas

JOAQUIM CORADO, prefeito de Amaturá

Apesar de constatar irregulariades na aplicação de recursos de convênios em gestão passada não sabe se vai denunciar ex-prefeito

BASTIDORES