DeAmazônia

MENU
Atualizado em 07/01/2019

Polícia Federal faz buscas por Cesare Battisti na Amazônia

O militante de extrema-esquerda é acusado de participar de quatro assassinatos

Polícia Federal faz buscas por Cesare Battisti na Amazônia Cesare Battisti (Foto: GETTY IMAGES)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Polícia Federal faz buscas, na Amazônia, pelo ativista italiano Cesare Battisti, extraditado para a Itália por decisão do ex-presidente Michel Temer, no dia 15 de dezembro do ano passado. O militante de extrema-esquerda é acusado de participar de quatro assassinatos entre 1977 e 1979, durante ações do grupo Proletários Armados pelo Comunismo (PAC). Battisti vive no Brasil há mais de dez anos.

 

A PF já procurou pelo ativista nas embaixadas da Bolívia e Venezuela, mas não o localizaram, agora, os esforços são concentrados em território amazônico.

 

No dia 13 de dezembro de 2018, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux determinou a prisão imediata do italiano, que desde então está foragido.

 

As acusações de que Battisti participou dos assassinatos partiram de seu ex-companheiro Pietro Mutti, que estava preso e optou por pela delação premiada.  Battisti nega que cometeu os crimes.

 

O militante mora em Cananeia, em São Paulo.

 

As ações do PAC, das Brigadas Vermelhas e de outros grupos, ocorreram no período conhecido como “anos de chumbo” na Itália, que foi marcado por uma forte repressão do Estado e do enfrentamento entre as organizações de esquerda e formações paramilitares de direita.

Sobe Catracas

DANIELY CASTILHO, fisiculturista amazonense

Após ficar no Top 3 do Ms. Olympia, maior show de fisiculturismo do mundo, concorre ao título de 'Melhor competidora profissional do ano'

Sobe Catracas

MIKAIL IWANON, jogador de xadrez

Amazonense é o único representante do Norte no Campeonato Nacional de Xadrez, no Rio Grande do Norte

Desce Catracas

ONYX LORENZONI, ministro da Casa Civil

Comparou o risco que crianças correm, ao pais terem uma arma de fogo em casa, ao de ter um liquidificador

Desce Catracas

JOAQUIM CORADO, prefeito de Amaturá

Apesar de constatar irregulariades na aplicação de recursos de convênios em gestão passada não sabe se vai denunciar ex-prefeito

BASTIDORES