DeAmazônia

MENU
Atualizado em 21/12/2018

Lançado edital para o concurso do mascote Sauim de Manaus

As inscrições poderão ser feitas até o dia 2 de fevereiro de 2019

Lançado edital para o concurso do mascote Sauim de Manaus O objetivo do concurso é incentivar ações voltadas à educação ambiental e à conscientização quanto à necessidade de preservação da espécie. (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A Prefeitura de Manaus lançou um novo edital para a seleção de propostas ao concurso-prêmio para a escolha do nome e da identidade visual da mascote da cidade, o Sauim-de-Manaus. Esse é o segundo edital lançado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), tendo em vista que no primeiro as propostas apresentadas não foram consideradas aptas tecnicamente pela comissão de seleção do concurso, que dará um prêmio de R$ 10 mil ao ganhador.

 

Os candidatos que participaram anteriormente, por ocasião do primeiro edital, poderão se inscrever novamente apresentando novas propostas. O novo edital foi publicado na edição da última quinta-feira, 20/12, do Diário Oficial do Município (DOM). As inscrições poderão ser feitas até o dia 2 de fevereiro de 2019. Desde 2005, o sauim-de-coleira é mascote do município de Manaus. O objetivo do concurso é incentivar ações voltadas à educação ambiental e à conscientização quanto à necessidade de preservação da espécie, que só ocorre em Manaus e entorno.

 

Podem participar do concurso pessoas físicas ou jurídicas. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na sede Semmas, situada na rua Rubídio, 288, Vila da Prata, zona Oeste. O edital com todas as regras do concurso está à disposição dos interessados no edital 002/2018, publicado na edição de número 4.502, páginas 38, 39 e 40. A publicação estará disponível também no site semmas.manaus.am.gov.br.

 

O projeto ganhador, com o nome e a identidade visual do Sauim-de-Manaus, mascote do Município de Manaus, será utilizado em variadas peças e meios de comunicação, tais como papelaria, peças impressas em geral, outdoors, banners, páginas na internet, cartazes, revistas e vídeos, com a finalidade de disseminar o tema da preservação do sauim-de-coleira, dando início a uma grande mobilização em favor do animal.

 

Inscrições

No site, o interessado encontra o Formulário de Inscrição de Pessoa Física ou Jurídica, que dever ser devidamente preenchido e assinado, no ato da inscrição. Devem ser apresentados também uma defesa técnica explicando o conceito criativo e desenvolvimento da proposta apresentada, com detalhamento acerca da origem do nome e identidade visual, em no máximo três laudas em fonte Arial, de tamanho 12, com parágrafo 1,5cm e espaçamento normal; proposta visual do Mascote, sendo uma cópia em papel tamanho A4, branco, impresso ou desenhado em apenas uma face, em gramatura livre; um pen drive ou CD contendo os arquivos em versão digital da Proposta visual do Mascote em imagem de alta resolução, para obrigatoriamente, e opcionalmente outros formatos; Termo de Cessão dos Direitos Autorais, devidamente preenchido, assinado e datado pelo proponente, além de cópia do RG e CPF do proponente.

 

Em caso de Pessoa Jurídica, cópia do CNPJ, cópia do RG e do CPF do representante legal, cópia do contrato social ou suas alterações consolidadas ou cópia do Estatuto, comprovante de residência atualizado com data de vencimento não anterior a três meses (conta de energia, água ou telefone fixo); Certidão de Débitos Relativos a Créditos Tributários Federais e à Dívida Ativa da União (Receita Federal), Certidão Negativa Estadual (Sefaz) para contribuintes ou não contribuintes, válida, Certidão Negativa Municipal (Semef), válida; Certificado de Regularidade do FGTS-CRF; e Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas.

 

As folhas de apresentação da defesa técnica e Proposta visual do Mascote Sauim-de-Manaus não poderão exibir nomes, marcas, pseudônimos, assinaturas ou qualquer outra informação que possa identificar autoria, sob pena de desclassificação sumária.

 

As comissões instituídas no primeiro edital continuam valendo e terão os nomes dos integrantes publicados no DOM. Uma comissão técnica, responsável pela habilitação de caráter eliminatório, e uma de seleção, responsável pela avaliação de caráter classificatório. Serão observados clareza de comunicação, conceito, originalidade, comunicabilidade da proposta e qualidade estética. Serão desclassificadas as propostas que não atingirem 60 pontos, não forem inéditas ou forem publicadas durante a realização do concurso ou que contenham informações ou distintivos que possibilitem a identificação voluntária ou involuntária do candidato, tais como marcas, siglas, menções a nomes de instituições.

Sobe Catracas

VANESSA ALFAIA, cantora amazonense

Ganhou prêmio de Intérprete Revelação, no Festival de Toada de Parintins 2019, com canção 'Tupinambarana'

Desce Catracas

RONALDO TABOSA, vereador de Manaus

Parlamentar foi cassado pelo TRE/AM, por infidelidade partidária a pedido do PP