DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/12/2018

Neguinho da Beija Flor será Cidadão do Amazonas

Assembleia Legislativa do AM já marcou data para entregar título ao sambista

Neguinho da Beija Flor será Cidadão do Amazonas Neguinho da Beija Flor é sambista e compositor (Foto: Divulgação)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Apaixonado por Manaus, o sambista Neguinho da Beija Flor receberá o título de Cidadão do Amazonas. A cerimônia será realizada às 10h, do dia 11 de dezembro, deste ano, no auditório deputado Berlamino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado, na avenida Mário Ypiranga, Parque Dez, Zona Centro-Sul, de Manaus.

 

O autor da honraria é o deputado estadual, Bosco Saraiva, eleito nas eleições, deste ano, deputado federal, pelo PSDB/AM.



Em 2009, passou a assinar Luiz Antônio Feliciano Neguinho da Beija Flor Marcondes. O cantor nasceu no bairro carioca de Vila Isabel, mas foi criado em Nova Iguaçu, cidade da Baixada Fluminense.

 

Neguinho da Beija Flor iniciou sua carreira em 1970, estreando como puxador de samba no Bloco Leão de Iguaçu. E 1975, a convite, transferiu-se para a Beija Flor de Nilópolis (onde conquistou o primeiro título da escola, com samba de sua autoria - "Sonhar com Rei dá leão").

 

São mais de 30 discos gravados, incluindo sambas de raiz de sua autoria. Sua trajetória conta com premiações como Discos de Ouro, e ainda um Prêmio Sharp na categoria "Melhor cantor de samba"; cinco Estandartes de Ouro (1985, 2002, 2003, 2009 e 2011), como "Melhor Intérprete", e 13 títulos do Carnaval Carioca junto a Beija Flor de Nilópolis.
Neguinho foi ainda homenageado tendo seu nome como parte integrante no Museu do Samba (no ano do Centenário do Samba).

 

Sobe Catracas

UÁLAME MACHADO, secretário de Segurança Pública do Pará

Polícia desvendou em cinco dias chacina ocorrida em Belém, no domingo (19), que resultou na morte de 11 pessoas

Desce Catracas

AFRÂNIO PEREIRA JUNIOR, major da PM aposentado

Secretário de Articulação Política do prefeito de Manacapuru, Beto D'Ângelo, agrediu com socos e chutes, moradores que protestavam por ruas esburacadas