DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/11/2018

Raul Gil reclama do Teleton e detona Maisa Silva: 'Aquela bostinha'

Climão ocorreu após o apresentador defender Bolsonaro no Teleton e ser substituído por Maísa

Raul Gil reclama do Teleton e detona Maisa Silva: 'Aquela bostinha' Artista teen foi descoberta no programa do Raul Gil. Foto: reprodução

Raul Gil não gostou nada de ter sido cortado por Maisa Silva ao vivo no Teleton, do SBT, enquanto tentava sair em defesa de Jair Bolsonaro em rede nacional. Diante das câmeras, ele se manteve em silêncio, mas fora delas, tem falado o que pensa sobre a apresentadora, que foi descoberta em seu antigo programa na Band.

 

Em um flagra que foi feito na noite do dia 12 de novembro por Gabriel Souza, repórter do Notícias da TV, ele fez um desabafo para fãs que se aglomeravam no local e chegou a chamar a adolescente de “bostinha”. “Aquela bostinha não existiria se não fosse por mim”, disparou ele, revelando que foi “expulso” do Teleton após ter defendido o presidente eleito.

 

Segundo Raul, ele foi tirado do palco antes do tempo, já que permaneceu apenas 25 minutos no ar, enquanto os demais apresentadores ficavam mais de uma hora: “Me expulsaram. Mas o tiro saiu pela culatra. De 5 mil comentários no Instagram, só 20 falavam mal de mim”.

 

“Aquele Teleton é tudo paradão, engessado… O que acontece é que me chamam pra ficar lendo. Chamam o Carlos Alberto e botam pra ler… Chamam a Maisa e botam pra ler aquela porra. […] Eu gravo sete, oito horas de programa e não leio porra nenhuma, vem tudo da minha cabeça. E faço isso há 50 anos”, disparou.

 

“Eu chego e digo: ‘Eu não vou ler porra nenhuma, eu vou entrar e ser o Raul Gil’. E os produtores não gostam disso, não gostam que passe por cima deles. Eles ficam putos. Por quê? Porque todo mundo trata eles como generais, e eu não. Os outros artistas todos vão com aquela bosta de ponto no ouvido, e eu não”, disse ainda.

 

Por fim, ele se mostrou revoltado com Maisa, que o substituiu no comando da atração: “Quando eu falei do Bolsonaro, gritaram pra Maisa, que estava com o negócio no ouvido: ‘Interfere aí, para esse cara’. Aí ela entrou no meio e se fodeu. Se fodeu. Por quê? Porque ela entrou e a criançada não parava de falar ‘vovô Raul, vovô Raul'”.

 

“Queriam que eu continuasse no palco. Enfim… Aquela bostinha, se não fosse por mim, não existia. Ela começou comigo”, finalizou. // Por TV FOCO

Sobe Catracas

DANIEL AMARAL, aluno da rede municipal de Manaus

Conquistou Medalha de Ouro na 15ª edição das Olimpíadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas (Obmep)

Desce Catracas

DUCIOMAR COSTA, ex-prefeito de Belém (PA)

Em novo processo, Justiça Federal bloqueou R4,5 milhões em bens dele, por suspeita de recursos do Projovem, em 2009