DeAmazônia

MENU
Atualizado em 14/11/2018

Safadão desabafa na web: 'Não me orgulho dos erros que cometi'

O cantor afirmou ainda que Thyane Dantas não foi a pivô do fim do relacionamento com Mileide Mihaile

Safadão desabafa na web: 'Não me orgulho dos erros que cometi' Wesley Safadão com a família. (Foto: Reprodução)

Após Mileide Mihaile, ex-mulher de Wesley Safadão, passar a ser investigada por suposto ataque contra o cantor usando 78 perfis fakes, Safadão usou as redes sociais para falar novamente sobre o fim do relacionamento com a digital influencer.

 

"É sempre um assunto muito delicado, mas é necessário ser falado. Espero que todos tenham entendido que não dá mais para usar as redes sociais para estar disseminando o ódio", disse ele.

 

"Não me orgulho dos erros que cometi. No fim do meu relacionamento com a Mileide tive muitas crises, como vários casais têm, para mim já estava acabado, mas foi o meu erro não ter finalizado 100%. Me envolvi com outras mulheres antes de conhecer a Thyane. Então, a Thyane não foi o pivô. Quando a conheci passei sim para ela que estava solteiro e era o que estava acontecendo na época", afirmou o cantor.

 

Safadão afirmou ainda que sofre ataques na web há sete anos. "Desde a minha separação, a gente venho sendo atacado de uma forma que não desejo para ninguém. Isso ja vem há quase sete anos. Uma situação muito difícil. Tem que estar atento a tudo o que vai fazer e postar. Hoje a gente sabe de muitas barbaridades que foram feitas."

 

O cantor disse que ficou decepcionado com a ex quando ela o acusou de querer reduzir a pensão do filho. "Fiquei muito decepcionado com Mileide porque ela poderia ter falado de qualquer outra coisa, mas não da minha paternidade e mesquinharia ligada ao meu filho. Ela sabe de tudo que sempre fiz para o meu filho. Em relação a minha paternidade, nunca deixei faltar nada. Ajudei muito e inclusive em assuntos pessoais dela, em negócios dela que infelizmente não deram certo, cheguei a ajudar."

 

"Depois da entrevista que a Mileide deu foi um dos momentos mais difíceis da minha vida. Subia no palco traumatizado. Olhava para as pessoas e se tivesse alguém com a cara fechada pensava: 'O que aquela pessoa está pensando de mim? Que sou um mau pai?'", lembra. "Foi um momento de muito aprendizado, em que me fortaleci. Tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus. Achei até que tivesse sido pelo erro que cometi no passado. Hoje não dou mais o direito de ninguém me atingir. Hoje estou muito feliz."

 

Wesley Safadão também falou sobre a investigação que apura a ação de um grupo de meninas que o atacavam na web. "Demos a oportunidade para que elas assumissem o erro. Chamamos (as meninas) alguns anos atrás no nosso escritório e perguntamos se elas tinham algo a ver. Elas negaram e falaram: 'prove que a gente tem alguma coisa a ver'. Realmente naquele momento não tínhamos provas, mas nós sabíamos que elas estavam por trás, assim como várias outras pessoas. Tem muita gente envolvida. Não são poucas pessoas. Com algumas pessoas até ficamos muito surpresos", relembra.

 

"Quando chamamos as meninas há quatro, cinco anos atrás, nós não tinhámos provas e os ataques só aumentaram. Elas ficaram com raiva por a gente estar insinuando que elas eram as donas dos perfis. Mas agora foi diferente. Nós íinhamos as provas, elas negaram mais uma vez, mas a gente mostrou as provas. Meu irmão, advogado, e minha mãe praticamente não fazem nada nesses últimos três meses além de ir atrás dessas perfis e pessoas que nos denigrem durante todo esse tempo. Elas tiveram a dignidade de assumir o erro e mostrar todas as pessoas envolvidas. Acredito que seja o fim porque a gente precisa voltar a ter uma vida normal."

 

Com informações de Noticias ao Minuto

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

ANTÔNIO ROCHA, presidente da Câmara de Santarém

Foi denunciado pelo MPPA na operação Perfuga por crime de peculato e afastado do cargo de presidente da CMS

Desce Catracas

HÉLIO BESSA, ex-prefeito de Tefé

Foi condenado a devolver 2,5 milhões aos cofres públicos por irregularidades em convênios com o Governo do Estado

BASTIDORES