DeAmazônia

MENU
Atualizado em 26/10/2018

Arthur Neto assina contrato de R$ 48 milhões para construção de casas

Prefeito de Manaus reuniu com Ministro das Cidades, Alexandre Baldy para assinatura de contrato do programa “Minha Casa, Minha Vida”

Arthur Neto assina contrato de R$ 48 milhões para construção de casas Ministro das Cidades, Alexandre Baldy ao lado de Arthur Neto. Foto: Divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Em visita a Manaus, nesta quarta-feira, 25/10, o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, colocou o prefeito Arthur Virgílio Neto como um exemplo para o Brasil, durante a assinatura do contrato no valor de R$ 48 milhões para a construção da segunda etapa do complexo habitacional Cidadão Manauara 2, na zona Norte da capital, como parte do programa “Minha Casa, Minha Vida”.

 

O ministro elogiou o prefeito Arthur por sua capacidade administrativa e, principalmente, por seu empenho com a política municipal de habitação voltada ao público de baixa renda.

 

“Sem dúvida alguma, o prefeito Arthur é um exemplo para nós, como gestor, com toda a sua experiência e sua bagagem. A construção civil é responsável por 25% do PIB nacional, então, apoiá-la é apoiar o emprego e a distribuição de renda. Apoiar o “Minha Casa, Minha Vida” é apoiar o sonho de muitas famílias”, disse o ministro, referindo-se ao prefeito de Manaus.

 

O ministro elogiou o prefeito Arthur por sua capacidade administrativa e, principalmente, por seu empenho com a política municipal de habitação voltada ao público de baixa renda.

 

“Sem dúvida alguma, o prefeito Arthur é um exemplo para nós, como gestor, com toda a sua experiência e sua bagagem. A construção civil é responsável por 25% do PIB nacional, então, apoiá-la é apoiar o emprego e a distribuição de renda. Apoiar o “Minha Casa, Minha Vida” é apoiar o sonho de muitas famílias”, disse o ministro, referindo-se ao prefeito de Manaus.

 

Ao visitarem as obras da etapa A, iniciadas no mês de julho, o prefeito e o ministro perceberam o quanto  estão avançadas, o que garante o cumprimento do prazo de entrega estimado para maio de 2019.

 

Segundo Alexandre Baldy, o ótimo andamento das obras reflete o comprometimento de Manaus com a política habitacional, o que, consequentemente, resulta na liberação de novos investimentos. “Uma alegria estar aqui ao lado do prefeito Arthur, um idealista defensor da causa habitacional, especialmente para as famílias de baixa renda. Estamos focados em atender famílias carentes e o prefeito tem perseverado em buscar os recursos federais e tem feito a contrapartida para que esse projeto saísse do papel”, disse o ministro.

 

O prefeito lembrou que Manaus não possuía nenhuma política municipal habitacional e que a prefeitura vem se empenhando, ao máximo, em buscar parcerias para diminuir o déficit da moradia popular na capital. “Não era um hábito da cidade construir moradias populares, isso era com o Governo do Estado, que hoje não faz as obras e a prefeitura passou a fazer. Estamos honrando a confiança do Ministério das Cidades em Manaus”, disse o prefeito.

 

A obra

As obras do Residencial Manauara 2 – etapa A seguem avançadas e, no momento, estão 40% concluídas. São 25 prédios com 20 apartamentos cada.

 

Diariamente, a construtora finaliza seis apartamentos com cerâmica e janelas e, ao mesmo, tempo trabalha para na construção da rede de água e esgoto.

 

Com a assinatura do novo contrato, a obra da etapa B deve se iniciar nos próximos dias. O complexo, incluindo as duas etapas, irá ocupar uma área de 104 mil metros quadrados e contará com dois Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) e uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de ampla estrutura, para atender tantos as famílias do Cidadão Manauara 2 (etapas A e B) quanto as 784 famílias do Cidadão Manauara 1, também localizado no bairro de Santa Etelvina.

 

Política habitacional

  • 204 unidades habitacionais pelo Programa de Desenvolvimento Urbano e Inclusão Socioambiental de Manaus (Prourbis);
  • 784 unidades habitacionais no Residencial Cidadão Manauara 1, entregues em 2016;
  • 500 unidades, em construção, do Residencial Cidadão Manauara 2 – “A”;
  • 500 unidades, com contrato assinado, para o Residencial Cidadão Manauara 2 – “B”;
  • Isenção de ITBI e do primeiro quinquênio do IPTU para 11 mil famílias pertencentes aos residenciais de interesse social em Manaus;
  • Regularização fundiária para mais de 16 mil pessoas;
  • Mais de R$ 110 milhões em contratos assinados pelo Programa Habitacional do Servidor Público Municipal.

Sobe Catracas

RAFAEL BARBOSA, defensor público geral do Amazonas

Recebeu medalha Ruy Araújo, mais alta comenda da Aleam, e em agradecimento, nomeou o 18º defensor aprovado no concurso da DPE-AM

Desce Catracas

ALFREDO MENEZES, superintendente da Suframa

Amigo do presidente, ZFM tem sofrido fulminantes ataques do governo Bolsonaro, o que mostra desprestígio dele no cargo