DeAmazônia

MENU
Atualizado em 20/10/2018

Comissão seleciona três novos nomes para o Boi Manaus 2018

Os cantores Edmundo Oran, Paulinho Viana e o grupo Kuarup foram selecionados no Esquenta Boi Manaus, nesta sexta (19)

Comissão seleciona três novos nomes para o Boi Manaus 2018 Cantores foram selecionados no palco do Anfiteatro da Ponta Negra. Foto: reprodução

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Os cantores Edmundo OranPaulinho Viana e o grupo Kuarup foram os artistas selecionados no Esquenta do Boi Manaus, realizado nos dias 18 e 19/10, quinta e sexta-feira, respectivamente. O anúncio dos vencedores da seletiva foi feito ainda na noite de sexta, após as apresentações dos artistas do boi-bumbá no palco do Anfiteatro do Complexo Turístico Ponta Negra. Paulinho Viana e o grupo Kuarup abrirão, neste sábado, 20/10, às 16h, a primeira noite da festa que, tradicionalmente, celebra o aniversário de Manaus.

 

Ao todo, cinco cantores e dois grupos participaram da seletiva inédita, que tinha como principal objetivo escolher três novos nomes do boi-bumbá para compor a programação da festa e se apresentar nos trios elétricos. Durante dois dias, os artistas se apresentaram no palco do Anfiteatro e foram avaliados por uma comissão técnica formada por Cid Soares, Sidney Resende, Ney Amazonas e José Cardoso, todos com vasta experiência na música, inclusive no boi-bumbá, e nas artes.

 

Nesta sexta, 19, se apresentaram no Esquenta do Boi Manaus o grupo Kuarup, e, na sequência, Paulinho Viana, Marcia Novo e Jardell Bentes. Com 20 minutos de apresentação para cada concorrente, o grupo Kuarup escolheu um momento final do que seria a apresentação do show completo, enquanto Paulinho Vianna interpretou grandes sucessos do boi Caprichoso, animando o público que curtiu a festa debaixo de chuva.

 

Em uma apresentação performática, Márcia Novo abriu seu show com uma toada autoral, “Se Questa”, e Jardell Bentes tomou conta do palco brincado de boi ao som de clássicas toadas dos bumbás Garantido e Caprichoso. A programação contou ainda com as participações de Rafael Lacerda, do grupo A Toada, Sebastião Junior, David Assayag e Carlos Batata, agitando o público que resistiu a chuva até o fim do evento.

 

Com dez anos de carreira, grande parte dedicada à Marujada do Boi Caprichoso, Paulinho Viana se emocionou ao saber do resultado. “Só tenho a agradecer a Deus e a toda a galera que gosta do Paulinho Viana. Eu vim dessa galera e, hoje, pude mostrar um trabalho que eu acredito que é o folclore e a cultura o ano inteiro no boi-bumbá. Podem aguardar meu repertório abrindo essa festa. Estou muito feliz, conter a emoção não é fácil”, comentou o cantor azulado.

 

O diretor do grupo Kuarup, José Cavalcante, que em 2017 foi para o decesso e, agora na repescagem, foi selecionado para voltar a integrar a programação do Boi Manaus, falou sobre o diferencial desta edição. “Levamos um momento apoteótico para o palco. Estamos muito felizes de voltar ao Boi Manaus e agora para nos apresentarmos no trio. Certeza que vamos fazer uma grande festa, juntamente com o Paulinho Viana, dividindo o show e dando boas vindas ao publico”, destacou José.

 

Os artistas do primeiro trio se apresentarão a partir das 16h deste sábado. Já Edmundo Oran se apresentará no domingo, 21/10, às 21h.

 

O Boi Manaus promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), ocorre pelo quarto ano consecutivo em um dos principais cartões-postais da cidade, o Complexo Turístico da Praia da Ponta Negra. Nos dois dias, a festa iniciará às 16h e reunirá 30 artistas tocando o ritmo amazônico do boi-bumbá. A programação é gratuita e pode ser conferida aqui no site.

Sobe Catracas

EVERTY SANDRO PEREIRA, delegado de Polícia

Assumiu como novo delegado titular do 3º DIP de Parintins 

Sobe Catracas

GISELE PASCARELLI, advogada

Toma posse hoje (22) como nova desembargadora eleitoral no TRE-AM, em vaga destinada à Classe dos Advogados

Desce Catracas

CHICO DOIDO, prefeito de Iranduba

Votação da CMI que pode cassar mandato dele, por suspoto desvio de mais de R$ 4 milhões, deve acontecer nos próximos dias

Desce Catracas

APARECIDO SILVA, prefeito de Rurópolis (PA)

Justiça do Pará condenou ele a perda dos direitos políticos e a pagar multa de R$ 15 mil, por não prestar contas de convênios federais em 2009

BASTIDORES