DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/08/2018

'Falaram que ia enlouquecer', diz Antonelli sobre temporada em Portugal

Ela e a família passaram quatro meses no país

'Falaram que ia enlouquecer', diz Antonelli sobre temporada em Portugal Atriz Giovanna Antonelli. Foto: Reprodução

atriz Giovanna Antonelli, 42, vive em ritmo acelerado entre seu trabalhado na televisão, no cinema e como empresária. Ela contou que vê pouco o marido, o diretor de televisão Leonardo Nogueira, 39, e que, em dez anos de casamento, nunca haviam saído de férias juntos.

 

"Resolvemos ir para Portugal por quatro meses no ano passado. Falaram que a gente ia enlouquecer e até indicaram uma terapia de casal. Mas foi muito bom", lembra a atriz, que está na capa da revista Joyce Pascowitch de agosto.

 

Nos últimos dez anos, a atriz participou de 14 novelas e cinco filmes. No último ano, decidiu que era hora de desacelerar e até começou um curso de meditação transcendental.

 

"Tenho a personalidade muito forte e estou aprendendo a dizer não. Para a gente ser essa mulher do século 21, essa pessoa múltipla hoje, tem de estar muito sã, né? Se me ajudou, imagina uma pessoa normal", disse.

 

Antonelli, que nasceu e foi criada no Leme, no Rio, lamentou ainda a crise de segurança pública enfrentada na cidade. "Já fui assaltada 13 vezes. Sinto que sou sobrevivente todo dia. Mas não deixo o medo me mobilizar."

 

Dona de uma rede de franquias de depilação a laser, uma linha de esmaltes e sócia de um restaurante, a atriz e empreendedora diz que se sente muito enraizada no Brasil. "Ano de eleição traz muita esperança. Sempre que a economia começa a se mover, a roda volta a girar."

 

Com informações da Folhapress

Sobe Catracas

GERSON MOURÃO, presidente da Fundação Cecon do AM

Médico mastologista foi homenageado com Medalha Ruy Araújo, na Aleam, pelo trabalho à frente do Centro de Controle de Oncologia do Estado

Desce Catracas

RAIMUNDO MARTINS, ex-prefeito de São Paulo de Olivença (AM)

Teve contas de 2012 reprovadas pelo TCE/AM e foi multado em R$ 2,1 milhão por diversas irregularidades