DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/06/2018

Câmara suspende aluguel de imóvel que deu prejuízo de R$ 300 mil a Figueiredo

Romeiro Mendonça pagava R$ 25 mil/mês sem utilizar prédio

Câmara suspende aluguel de imóvel que deu prejuízo de R$ 300 mil a Figueiredo Romeiro Mendonça, prefeito de Presidente Figueiredo. Foto: reprodução

DEAMAZÔNIA PRESIDENTE FIGUEIREDO, AM - A Câmara de Presidente Figueiredo suspendeu, por meio de decreto legislativo, o contrato 018/2017  de aluguel de um imóvel feito pelo prefeito Romeiro Mendonça (PDT) cujo valor mensal era de R$ 25 mil.

 

O detalhe é que além do alto custo para os cofres públicos a Prefeitura não utilizava o prédio. O prejuízo foi estimado em R$ 300 mil, em 2017.

 

O imóvel seria utilizado para abrigar as secretarias municipais e o gabinete do prefeito e do vice, mas desde março de 2017 o prédio não era utilizado pelo município.

 

O decreto legislativo que anula o contrato da Prefeitura é assinado pela presidente da Câmara de Presidente Figueiredo, vereadora Patrícia Lopes Miranda e demais membros da mesa diretoria da Casa.

 

VEJA O DECRETO LEGISLATIVO

 

 

Sobe Catracas

SÉRGIO ANDRADE, cineasta amazonense

Longa-metragem dele "A Terra Negra dos Kawa" vai participar dos dois principais festivais de cinema do país, no Rio e em São Paulo

Sobe Catracas

ANTHONY DE OLIVEIRA, estudante

Aluno de escola municipal de Manaus, conquistou 2º lugar nas Olimpíadas Brasileiras de Astronomia e Astronáutica (OBA)

Desce Catracas

PEDRO GARCIA, ex-prefeito de São Gabriel da Cachoeira

Justiça Federal determinou bloqueio de R$ 540 mil em bens e valores da conta bancária dele por improbidade administrativa 

Desce Catracas

ALESSANDRA BRAGA, delegada de Codajás

Foi presa acusada de envolvimento com tráfico de drogas e corrupção no município 

BASTIDORES