DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/06/2018

Justiça bloqueia R$ 15 milhões de ex-prefeito de Maués, Carlos Góes

O bloqueio do dinheiro de Carlos Góes tenta reverter os prejuízos financeiros, fruto de atos de improbidade administrativa

 Justiça bloqueia R$ 15 milhões de ex-prefeito de Maués, Carlos Góes Padre Carlos Góes (Foto: Reprodução)

A Justiça Federal determinou o bloqueio de R$ 15 milhões do ex-prefeito de Maués, Carlos Góes, o padre, nesta terça-feira (12/6). O bloqueio tenta reverter os prejuízos financeiros, fruto de atos de improbidade administrativa, causados pelo ex-prefeito.

 

Antes de deixar a Prefeitura de Maués, em dezembro de 2016, Carlos Góes recebeu do Ministério da Educação R$ 24 milhões e em 48 horas desapareceu com o dinheiro que deveria ter sido usado para o pagamento de servidores da educação.

 

O resultado é uma dívida que vem sendo cobrada mês a mês da atual gestão municipal de Maués, prejudicando a população. Outros quatro processos por improbidade administrativa e malversação do dinheiro público correm na Justiça contra Carlos Goes.

Sobe Catracas

MAURO CAMPBELL, ministro do STJ

Amazonense completou uma década à frente do Tribunal, com a marca de 150.450 mil processos julgados 

 

 

Sobe Catracas

ELIANE FERREIRA, presidente do Partido Verde

Foi nomeada secretária de Estado de Assistência Social (Seas), pelo governador Amazonino Mendes

Desce Catracas

KÁTIA HELENA, secretária da Educação do AM

Secretaria fechou contrato no valor de R$ 4,2 milhões, sem licitação, para aluguel de imóvel onde vai funcionar uma escola 

Desce Catracas

BETO D'ANGELO, prefeito de Manacapuru

TCE suspendeu processo seletivo do Instituto Municipal de Transporte (Imtrans), por várias irregularidades no edital

BASTIDORES