DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/05/2018

Larissa Manoela rebate boatos de que teria negociado com a Globo

Atriz está em nova novela do SBT, 'As aventuras de Poliana'

Larissa Manoela rebate boatos de que teria negociado com a Globo Atriz é Mirela, em 'As Aventuras de Poliana, nova novela do SBT. Foto: reprodução

Rio - No que depender de Silvio Santos, a atriz Larissa Manoela, 17 anos, não vai tão cedo para a Globo. Boatos davam conta de que a emissora tinha interesse na estrela adolescente. "O Silvio sempre fala que, se eu for para outra emissora, ele vai jogar praga", diverte-se Larissa, que interpreta Mirela em 'As Aventuras de Poliana', novela infantojuvenil que estreia hoje, às 21h, no SBT.

 

FUTURO

A atriz conta que não é a primeira vez que esse burburinho acontece. Mas garante que tudo não passa de especulação. "Estou em 'As Aventuras de Poliana', tenho contrato com o SBT até 2019, sou muito feliz nessa casa e só tenho a agradecer porque comecei aqui, e minha primeira novela foi aqui", frisa ela. "Sempre digo que a gente nunca sabe o dia de amanhã. O futuro a Deus pertence", pondera.

 

COADJUVANTE

Diferentemente de outras produções, a atriz não é a protagonista da trama o posto é ocupado pela pequena Sophia Valverde (Poliana). "Não importa o personagem, nem onde estarei no meio da trama, porque vou estar feliz. Acho que cada um tem a sua importância, relevância, e cada um vai fazer da melhor forma possível", diz Larissa.

 

 

A TRAMA

Na história de Iris Abravanel, Mirela é uma garota imatura, impulsiva e enérgica. Afobada e um pouco sem noção, faz o que for preciso para conseguir chamar a atenção de todos, até mesmo passar por cima dos outros. Mas, para Larissa, a menina não é vilã. "É uma menina muito doce, sonhadora, carismática, engraçada, adolescente típica, que tem os seus conflitos, dilemas, e que vai enfrentar tudo isso durante a novela", defende a intérprete.

 

Saiba como é a nova trama infantojuvenil do SBT

Poliana (Sophia Valverde) é uma garota de 11 anos, sonhadora, que sempre vê o lado positivo das coisas. Seu sonho é se tornar uma artista completa, assim como seus pais, Alice (Kiara Sasso) e Lorenzo (Lázaro Menezes). Os três vivem viajando pelo país levando a arte em seu teatro mambembe. Ao chegar em um município do sertão cearense, Poliana conhece João (Igor Jansen). Ele é um menino humilde de um povoado local, que também sonha em viver da música, mas como foi obrigado pelo pai, Tião (Helder Sossa), a abandonar os estudos, o menino trabalha para ajudar a família. A amizade entre Poliana e João é instantânea.

 

Mas nem tudo são flores. A mãe de Poliana, Alice, apesar de muito jovem, morre, por causa de sua saúde debilitada. Antes de morrer, a mulher insiste que a menina nunca esqueça o jogo do contente, que consiste basicamente em ver o lado bom de tudo, especialmente nas situações mais desagradáveis. Lorenzo envia a filha para ser cuidada pela cunhada, Luísa (Milena Toscano), uma mulher amarga, pragmática e irmã de Alice. O artista também morre alguns anos depois, deixando a filha órfã, aos cuidados da tia.

 

Nesse meio tempo, João insiste com a mãe, Josefa (Luciana Vidal), para que eles fujam para São Paulo, mas ela teme a reação do marido e decide ficar. O menino segue sozinho em busca do sonho na cidade grande. Poliana e João chegam em São Paulo ao mesmo tempo, porém, separadamente. Nesse caminho, os amigos se deparam com diversas aventuras, e o reencontro deles é inevitável. Poliana, com seu olhar sempre positivo, e João, com sua coragem, vão mudar a vida de todos que os cercam.

JORNAL O DIA

Sobe Catracas

FRANK FRANCO, lutador de jiu jitsu

Amazonense conquistou medalha de ouro no Open Internacional, em Salvador

Sobe Catracas

CÉLIO SAID, fotógrafo amazonense

Lançou livro de fotografias, intitulado "Teatro Amazonas", onde homenageia o maior patrimônio histório do Estado 

Desce Catracas

ARTUR NETO, prefeito de Manaus

Passou vexame ao tentar negociar desobstrução de via pública com caminhoneiros de Manaus

Desce Catracas

HELSO DO CARMO, advogado

Teve candidatura a desembargador do TJAM impugnada pela Comissão Eleitoral da OAB 

BASTIDORES