DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/05/2018

TCE suspende licitação de alimentos hospitalares da Susam

O Pregão Eletrônico seria do Pronto Socorro da Criança, da Zona Leste de Manaus

TCE suspende licitação de alimentos hospitalares da Susam Hospital e Pronto Socorro da Criança, da Zona Leste de Manaus

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Tribunal de Contas do Estado (TCE-AM) suspendeu nesta segunda-feira (14) processo de licitação do Hospital e Pronto Socorro da Criança, da Zona Leste de Manaus, vinculado à Secretaria de Estado da Saúde (Susam). O Pregão Eletrônico (PE) 489/2018, tinha o objetivo de contratar uma empresa para o fornecimento de alimentação e serviços de nutrição. A decisão é do conselheiro do TCE, Mário José de Moraes Filho.

 

A denúncia foi feita pela empresa Maria do Livramento Lima da Cunha – ME, que já presta o mesmo serviço, citado na licitação, à unidade de saúde pública. De acordo com o documento, a ME afirma ainda que está com o pagamento atrasado.

 

Na acusação a empresa afirma que o Projeto Básico estipula contratação de apenas um nutricionista na empresa, responsável por mil refeições hospitalares diárias, o que impede a contratação de uma nova prestadora de serviço para os mesmos fins.

 

Segundo a Resolução 380/2005 – CFN, do Conselho Regional de Nutricionistas, a realização do objeto em disputa não é adequada.

 

A empresa denunciante pediu que a Comissão Geral de Licitação (CGL) interrompa a liquidação do contrato para assegurar a prestação de serviço.

Sobe Catracas

TALITA AVELINO, chocolatier amazonense

Representou o Amazonas, na feira gastronômica Fartura Brasil, que aconteceu em São Paulo 

Sobe Catracas

SABRINA MOURA, atleta de jiu-jitsu

Amazonense ganhou medalha de ouro na categoria absoluto do Campeonato Norde-Nordeste, em Pernambuco 

Desce Catracas

CHICO ALFAIA, prefeito de Óbidos

Alunos da Zora Rural estão indo para aula em jaulas, adaptadas na carroceria de veículos de empresa contratada para fazer o transporte escolar

Desce Catracas

CARLOS ALBERTO DE SOUZA, ex-procurador geral do MPC

MP-AM instaurou inquérito para investigar suposto enriquecimento ilícito dele 

BASTIDORES