DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/05/2018

STF decide trancar Lula até depois das eleições; entenda

O ministro Dias Toffoli assumirá a presidência do STF em setembro

STF decide trancar Lula até depois das eleições; entenda O ministro do Suprem Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli, que deverá assumir a presidência da Corte em setembro após a saída da atual ocupante do cargo, ministra Cármen Lúcia, não deverá pautar o debate sobre a prisão após a condenação em segunda instância antes das eleições de outubro. A discussão sobre o tema beneficiaria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba após ser condenado por Sérgio Moro no processo do tríplex do Guarujá.

 

De acordo com a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, interlocutores do ministro já teriam sinalizado que ele não pretende discutir o assunto em setembro, quando toma posse da presidência do STF, e nem antes do término do período eleitoral. O ministro Marco Aurélio também não pretende colocar o assunto em pauta.

 

Lula, que lidera todas as pesquisas eleitorais, está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde o dia 7 de abril, por determinação de Sérgio Moro, que ordenou a execução provisória da pena de 12,1 anos de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, no caso do triplex do Guarujá (SP). Na ordem de prisão, o magistrado disse que o trâmite do processo na segunda instância já havia se encerrado.

 

Para a defesa e aliados do ex-presidente, o entendimento atual do Supremo, que autoriza as prisões após segunda instância, deveria ter sido aplicado somente após o trânsito em julgado no TRF4, o que ainda não teria ocorrido, pois ainda se encontram pendentes de análise final no tribunal a admissibilidade dos recursos especial e extraordinário.

BRASIL 247

Sobe Catracas

FRANK FRANCO, lutador de jiu jitsu

Amazonense conquistou medalha de ouro no Open Internacional, em Salvador

Sobe Catracas

CÉLIO SAID, fotógrafo amazonense

Lançou livro de fotografias, intitulado "Teatro Amazonas", onde homenageia o maior patrimônio histório do Estado 

Desce Catracas

ARTUR NETO, prefeito de Manaus

Passou vexame ao tentar negociar desobstrução de via pública com caminhoneiros de Manaus

Desce Catracas

HELSO DO CARMO, advogado

Teve candidatura a desembargador do TJAM impugnada pela Comissão Eleitoral da OAB 

BASTIDORES