DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/04/2018

Barco que naufragou a caminho de Anori estava proibido de navegar

O barco afundou na madrugada deste sábado (14) após colidir em um tronco de madeira

Barco que naufragou a caminho de Anori estava proibido de navegar A embarcação transportava cinco passageiros e muita mercadoria. (Foto: Reprodução)

Uma embarcação denominada “Amazônia de Deus” que fazia o trajeto de Manaus a Anori (a 195 quilômetros de Manaus) naufragou após colidir em um tronco de madeira, no rio Amazonas. O acidente aconteceu na madrugada de sábado (14), próximo a comunidade Vila Nova, no município de Anamã (a 168 quilômetros de Manaus. Segunda a Marinha do Brasil, o barco não tinha permissão para navegar.

                                                             

A embarcação transportava cinco passageiros e muita mercadoria. As pessoas foram resgatadas com vida e sem ferimentos. As mercadorias não foram salvas.

 

De acordo com o Comando do 9º Distrito Naval da Marinha do Brasil, a navegação não tinha permissão para trafegar desde o mês de fevereiro, deste ano. Portanto estava descumprindo ordem da Capitania Fluvial da Amazônia Ocidental (CFAOC), que emitiu portaria proibindo o barco de navegar.

 

A Marinha do Brasil vai investigar as causas do acidente.

 

Sobe Catracas

ARI MOUTINHO, desembargador

Determinou a convocação de 20 candidatos aprovados em concurso público para o Corpo de Bombeiros do Amazonas

Sobe Catracas

THIAGO SILVA, lutador de jiu-jitsu

Amazonense participará de Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, que acontece na Califórnia

Desce Catracas

JOCIONE SOUZA, prefeito de Novo Aripuanã

Prometeu pagar a passagem de 130 alunos para abertura dos Jogos Escolares do AM, mas alunos perderam o evento por ele não efetuar pagamento

 

Desce Catracas

HERIVÂNEO SEIXAS, prefeito de Humaitá

Moradores denunciam nas redes sociais a falta de médicos, remédios e o completo caos no Hospital Geral da cidade

BASTIDORES