DeAmazônia

MENU
Atualizado em 15/04/2018

MP quer explicações de Bosco Saraiva sobre promoção pessoal na SSP

Vice governador deixou a Segurança Pública para concorrer as eleições

MP quer explicações de Bosco Saraiva sobre promoção pessoal na SSP Vice-governador do Am, Bosco Saraiva

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Ministério Público do Amazonas (MP/AM)  abriu procedimento administrativo para investigar o uso da máquina em favor do vice-governador Bosco Saraiva por propaganda institucional irregular e promoção pessoal, quando comandou a Secretária de Segurança Pública (SSP/AM). Bosco se desincompatibilizou da SSP/AM  no dia 06 de abril, para concorrer às eleições 2018.

 

O vice governador se desfiliou do PSDB e assumiu o Solidariedade. Bosco ainda não anunciou se vai disputar o Senado ou uma vaga de deputado federal.

 

O inquérito instaurado pelo MP/AM contra Bosco Saraiva, é em razão da publicação de um vídeo institucional do governo, em rede social, que não traz o brasão do Amazonas e destaca imagens do ex-secretário atuando nas operações da Segurança Pública. O ato foi publicado no Diário Oficial do MP/AM desta sexta-feira (13), assinada pelo promotor de Justiça da 70ª. Promotoria de Justiça Especializada na Defesa do Patrimônio Público, Edgar Maia de Albuquerque Rocha.   

Vídeos institucionais com promoções pessoais são comuns também nas Prefeituras do interior do Estado, onde os prefeitos fazem questão de aparecer até dando entrevistas, em promoções pessoais escancaradas.   

Sobe Catracas

ARI MOUTINHO, desembargador

Determinou a convocação de 20 candidatos aprovados em concurso público para o Corpo de Bombeiros do Amazonas

Sobe Catracas

THIAGO SILVA, lutador de jiu-jitsu

Amazonense participará de Campeonato Mundial de Jiu-Jitsu, que acontece na Califórnia

Desce Catracas

JOCIONE SOUZA, prefeito de Novo Aripuanã

Prometeu pagar a passagem de 130 alunos para abertura dos Jogos Escolares do AM, mas alunos perderam o evento por ele não efetuar pagamento

 

Desce Catracas

HERIVÂNEO SEIXAS, prefeito de Humaitá

Moradores denunciam nas redes sociais a falta de médicos, remédios e o completo caos no Hospital Geral da cidade

BASTIDORES