Quarta, 03 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/03/2018

Sinteam decide acompanhar greve e professores paralisam em todo o AM

Professores recusaram proposta do Governo

Sinteam decide acompanhar greve e professores paralisam em todo o AM Sinteam realizou assembleia em Manaus

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – O Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado do Amazonas (Sinteam) decidiu em assembleia geral realizada nesta quinta-feira (22/03) acompanhar a greve geral deflagrada hoje e comandada pela Asprom ( Associação de Professores e Pedagogos). Pela manhã professores de Manaus e do interior já tinha paralisado.

 

A assembleia do Sinteam foi realizada no Atlético Rio Negro Clube, e a decisão saiu por ampla maioria no final da tarde. 

 

Os professores reivindicam 35% de reajuste salarial, mas as proposta do Governo do Estado foi de 4,57%, referente à data-base de 2017.  

 

O Governo vinha negociando com o Sinteam, que é a entidade que representa legalmente a categoria junto Secretaria de Educação do Estado ( Seduc).

 

O Governo do Estado, por meio de nota, lamentou a greve e disse que permanece a disposição da categoria para negociar as reivindicações dos professores.  

 

NOTA DO GOVERNO DO AMAZONAS

O Governo do Amazonas respeita o direito de greve dos servidores e permanece à disposição para negociar, como tem feito ao longo do mês da data base que resolveu cumprir, submisso ao primado da lei. A Secretaria de Educação e Qualidade do Ensino (Seduc) lamenta que alunos fiquem sem aula e que o ano letivo, interrompido, deva ser reposto em período em que os estudantes e os professores costumam estar em férias escolares. 

Sobe Catracas

RODRIGO FERNANDES, escritor paraense

Natural de Santarém, venceu concurso da Academia Paraense de Letras e Artes e obra dele ficou em 1º lugar na categoria 'Melhor Livro'

Desce Catracas

ANTÔNIO PEIXOTO, prefeito de Itacoatiara

Deputado denunciou na Aleam que médicos, que atuam na pandemia, estão há três meses sem receber salários