DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/03/2018

Banco da Amazônia disponibiliza 1 bilhão para o setor primário no AM

Presidente do Basa, Marivaldo Melo, reuniu com governador do Amazonas, Amazonino Mendes, em Manaus

Banco da Amazônia disponibiliza 1 bilhão para o setor primário no AM Presidente do Basa, Mariavaldo Melo, com o governador Amazonino Mendes

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O governador Amazonino Mendes firmou, nesta quinta-feira (15/03), um protocolo de intenções com o Banco da Amazônia para fomentar projetos dos setores primário, secundário e terciário no Estado. A instituição anunciou disponibilidade de R$ 1,1 bilhão para crédito somente para o Amazonas. A assinatura do protocolo de intenções ocorreu na sede do Governo, bairro Compensa II, zona oeste, e contou com a participação do presidente do banco, Marivaldo Melo.

 

De acordo com Amazonino, o recurso é importante para que os produtores rurais iniciem ou ampliem os seus negócios. “O nosso governo é desejoso em retornar o desenvolvimento do setor primário. Então, é um momento auspicioso, na busca incessante que o povo do Amazonas tem de ter para se tornar autossuficiente economicamente”, frisou.

 

O governador ressaltou que o recurso disponibilizado pelo Banco da Amazônia também poderá atender o Polo Industrial de Manaus (PIM). “Os recursos que estão dispondo nessa cooperação são voltados também para a tentativa que a gente quer fazer de modernização, a busca do famoso 4.0, a tecnologia do Distrito Industrial”, disse.

 

 

O presidente do Banco da Amazônia, Marivaldo Melo, destacou que a instituição, por meio do Governo do Estado, vai incentivar a formalização das cadeias produtivas no interior do estado, além do PIM. “Estamos disponibilizando R$ 1,1 bilhão para o Amazonas, estado que tem uma economia voltada para a Zona Franca, mas nós queremos investir um pouco nessa economia criando uma estrutura produtiva no interior. Para isso contarmos com a parceria do Governo do Estado, fundamental na assistência técnica, incluindo o pequeno produtor no setor produtivo. O governador nos colocou a questão da farinha, que nós ainda importamos, a questão da piscicultura, então nós queremos criar essa estrutura produtiva”, destacou o presidente.

 

Planos – O  Protocolo de Intenções prevê a realização de ações integradas, alinhadas aos Planos de Aplicação de Recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) e de Aplicação dos Recursos Financeiros do Estado para 2018. Este ano, a instituição está disponibilizando para a região Amazônica mais de R$ 8,3 bilhões, sendo que, para o Amazonas, há mais de R$ 1 bilhão: R$ 910 milhões do FNO e R$ 185,7 milhões da Carteira de Crédito Comercial. Para 2018, ainda, o banco traz novas linhas voltadas para financiamento estudantil (Programa Estudantil – FIES) e para Energia Solar (Fotovoltaica).

 

Sobe Catracas

SUSAN VALENTIM, fotógrafa

Acreana teve três fotos, de conceito amazônico, aprovadas para estamparem revista online Vogue Itália 

Desce Catracas

GEAN BARROS, prefeito de Lábrea (AM)

Instituto de Previdência dos Servidores Públicos (Lábrea/Prev) não entrega prestação de contas desde 2016, aponta TCE