DeAmazônia

MENU
Atualizado em 12/03/2018

TCE/AM vai divulgar lista mensal de gestores com contas reprovadas

Presidente do TCE vai dar prioridade a julgamento de processos antigos

TCE/AM vai divulgar lista mensal de gestores com contas reprovadas Presidente do TCE, conselheira Yara Lins, quer zerar pauta de julgamentos

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A presidente do TCE, Yara Lins, disse que sua meta é dar celeridade aos trabalhos do Tribunal de Contas e que pretende julgar todos os processos antigos que tramitam há vários anos, sem decisão.

 

A conselheira presidente ressaltou que quer zerar a pauta de processos antigos e deixar somente os casos dos anos de 2016 e 2017 por julgar. “É uma das metas da nossa presidência e também dar satisfação à sociedade de que o trabalho do TCE é célere”, afirmou Yara Lins, em entrevista a Rádio Tiradentes, na manhã desta segunda-feira.

 

A presidente do TCE falou sobre a adoção dessa medida, durante entrevista, a Rádio Tiradentes, na manhã desta segunda-feira (12/03) quando falava do prazo de prestação de contas anual para gestores que encerra no dia 31 de março.

 

Segundo a presidente Yara Lins, todo dia 25 do mês, o Tribunal de Contas do Estado vai divulgar uma lista dos gestores que tiveram suas contas reprovadas, e com isso podem entrar para o rol dos inelegíveis.

 

No início do mês a escola de Contas Pública do TCE ministrou ciclo de palestras para servidores que trabalham com o enviou de prestação de contas de gestores municipais e estaduais.

CONTATO COM A COLUNA BASTIDORES |

deamazonia3@gmail.com

(92) 99229 8831 WhatsApp

DEAMAZONIA.COM.BR

     

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

ANTÔNIO ROCHA, presidente da Câmara de Santarém

Foi denunciado pelo MPPA na operação Perfuga por crime de peculato e afastado do cargo de presidente da CMS

Desce Catracas

HÉLIO BESSA, ex-prefeito de Tefé

Foi condenado a devolver 2,5 milhões aos cofres públicos por irregularidades em convênios com o Governo do Estado

BASTIDORES