DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/03/2018

Produção vacila e Paula descobre paredão falso de Gleici no BBB18: “Ela vai voltar”

O vídeo está circulando nas redes sociais e causou revolta em alguns dos telespectadores

Produção vacila e Paula descobre paredão falso de Gleici no BBB18: “Ela vai voltar” Acabou a surpresa (Foto: Reprodução)

Os participantes do BBB18 já estão mais do que cientes de que Gleici não foi eliminada no BBB18. Todos os dias, um deles comenta a possibilidade e nesta quinta-feira (8), o retorno da acreana foi comentado por Breno e Paula, na hora do banho.

 

O vídeo está circulando nas redes sociais e causou revolta em alguns dos telespectadores, que acusam a Globo de falta de planejamento. Eles afirmam que o retorno da participante não será surpresa para ninguém, por ser algo tão óbvio e previsível.

 

“Eu acho que isso é da Gleici. Tenho quase certeza absoluta. Se você quiser…”, disparou Paula sobre a toalha da colega que estava no banquinho do banheiro, e Breno respondeu: “Não, pode deixar para quando ela voltar do paredão falso”.

 

“Você está parecendo o papito. Pode usar, se ela voltar do paredão falso, ela vai ter um toalha novinha”, continuou Paula. Os participantes suspeitaram desse retorno na mesma hora que ela foi eliminada e começou a pular no andar de cima.

 

A estrutura da casa não estava preparada e acabou “denunciando” a surpresa, que já não vai surpreender mais ninguém lá dentro. A sister retorna na edição de amanhã, indicando uma pessoa direto para o Paredão. O vídeo da descoberta você confere a seguir:

TV FOCO

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

ANTÔNIO ROCHA, presidente da Câmara de Santarém

Foi denunciado pelo MPPA na operação Perfuga por crime de peculato e afastado do cargo de presidente da CMS

Desce Catracas

HÉLIO BESSA, ex-prefeito de Tefé

Foi condenado a devolver 2,5 milhões aos cofres públicos por irregularidades em convênios com o Governo do Estado

BASTIDORES