DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/02/2018

Agora é oficial: Prefeitura de Coari cancela Carnaval 2018

Prefeito de Coari, Adail Filho, decidiu seguir recomendação do Ministério Público

Agora é oficial: Prefeitura de Coari cancela Carnaval 2018 Adail Filho, prefeito de Coari

DEAMAZÔNIA COARI, AM - A Prefeitura de Coari cancelou a realização do Coarifolia 2018. A decisão do prefeito Adail Filho foi publicada no Diário Oficial dos Municípios nesta quinta-feira (08/02). Adail depois de confirmar o Carnaval, na terça-feira, com contratação de bandas e trios, recuou e decidiu seguir a recomendação do Ministério Público Estadual e anulou todos os contratos de um processo seletivo recém aberto pelo município. Por meio de Nota Oficial a Prefeitura de Coari confirmou

 o cancelamento do evento.  

 

O promotor de Justiça, Flávio Mota, emitiu notificação ao prefeito recomendando que não realizasse o carnaval ou qualquer outro evento até que a Prefeitura pagasse os salários dos meses de novembro e dezembro e o 13º salários dos servidores de 2016, além do pagamento dos aposentados e pensionistas.

 

O Ministério Público também pediu que a Prefeitura de Coari apresentasse um planejamento de pagamento em atraso dos servidores e aposentados, do final de 2016, num prazo de 10 dias.

 

A Prefeitura alegou que não tinha como fazer os pagamento que estavam em atraso porque os documentos da folha de pessoal tinham sumido, responsabilizando a gestão anterior de Raimundo Magalhães.

 

Porém, para o MP a dívida com os servidores não é doi gestor anterior, mas do município de Coari e defendeu que os servidores não poderiam ser penalizados. Em caso de descumprimento, num prazo de 10 dias estabelecido pelo Ministério Público, o prefeito será acionado judicialmente.  

 

No inicio da semana, Adail Filho, já havia cancelado a licitação com as empresas de eventos NP Produções Shows e Eventos Ltda, CNPJ 12.696.123/0001-98 e Arsenal Serviços de Produções de Eventos Ltda, CNPJ  14.379.922/0001-66 contratadas por R$ 10, 2 milhões, pelo período de 1 ano, seguindo recomendação do promotor Weslei Machado.

 

Em Parintins, por exemplo, o ex-prefeito Alexandre da Carbrás também deixou salários e o 13º em atraso e no início de sua administração em 2017, o atual prefeito Bi Garcia decidiu efetuar os pagamentos, seguindo também recomendação do MP/AM.  

VEJA A PUBLICAÇÃO NO DIÁRIO OFICIAL  

 adil sdes

 

>> NOTA OFICIAL DA PREFEITURA DE COARI: 

 

Nota coari

Sobe Catracas

JOÃO GASPAR RODRIGUES, promotor de Justiça do AM

Palestrou em evento promovido pelo MP do Rio de Janeiro "O MP do terceiro milênio: Desafios para uma Atuação Resolutiva”

Sobe Catracas

ISAAC SILVA, atleta santareno

Com 62 anos, venceu em 1º lugar maratona dos 110 anos da imigração japonesa ao Brasil, nas corridas de 5 km, 800m e 1.500 metros, em SP

Desce Catracas

AMINADAB DE SANTANA, ex-prefeito de Novo Aripuanã

Justiça Federal bloqueou R$ 136 mil em bens dele por não prestação de contas de recursos da educação em 2011 e 2012

Desce Catracas

GEAN BARROS, prefeito de Lábrea

TCE suspendeu contrato de R$ 2,4 milhões da Prefeitura por contratar de maneira irregular empresa para reforma de escola

BASTIDORES