DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/01/2018

Sejel recebe inscrições para o 1º Absoluto de Jiu-Jitsu a partir desta terça-feira (16)

O torneio, que oferecerá 26 contratos de patrocínios aos melhores atletas

Sejel recebe inscrições para o 1º Absoluto de Jiu-Jitsu a partir desta terça-feira (16) O evento será nos dias 27 (sábado) e 28 (domingo) deste mês, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas FOTO: Mauro Neto

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A partir desta terça-feira (16/1), atletas interessados em participar do 1º Absoluto de Jiu-Jitsu poderão se inscrever também na Vila Olímpica de Manaus, zona centro-oeste, na sala de eventos, no segundo bloco, das 9h às 12h e das 14h às 16h. A taxa é de R$ 50 por lutador e as inscrições seguem até a próxima terça-feira (23/1). O torneio, que oferecerá 26 contratos de patrocínios aos melhores atletas, o que soma uma premiação de R$ 70 mil, é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), com o apoio da Truda Kimonos.

 

O evento será nos dias 27 (sábado) e 28 (domingo) deste mês, no Ginásio Poliesportivo do Amazonas (avenida Loris Cordovil, nº 243, bairro Flores, zona centro-sul), a partir das 9h. E os atletas ainda podem se inscrever nas lojas Truda do bairro Praça 14, zona centro-sul, e também no Manoa, zona Norte.

 

Para a secretária da Sejel, Janaina Chagas, o objetivo do evento vai além da prática do esporte, pois o que se busca é deixar um legado para que as próximas gerações saibam que há espaço para os atletas e eles terão o apoio necessário para se tornarem campeões. Uma novidade é que a competição terá formas diferentes de ingresso para quem quiser prestigiar.

 

“O primeiro dia será totalmente gratuito. Já no segundo dia, a entrada será um quilo de alimento não perecível, pois a ideia é estimular a prática de solidariedade vinculada ao esporte. Esse evento virá para promovermos esse esporte tão praticado em nosso estado, que é o jiu-jítsu e, com isso, poder oferecer as condições mínimas de patrocínios aos atletas vencedores, como passagens, quimonos e toda a estrutura necessária para que eles ganhem destaque e se tornem, de fato, referência para o Amazonas e para o mundo”, destacou a representante da Sejel.

 

O empresário Alexandre Gomes, proprietário da Truda Kimonos, informou que a taxa de inscrição custa R$ 50,00, por atleta, e esse valor será totalmente revertido para a premiação. “O torneio terá disputas nas categorias Absoluto e Adulto, em ambos os gêneros (feminino e masculino). Esperamos que os lutadores participem, porque esta é uma oportunidade única e inédita para o jiu-jítsu amazonense”, disse.  

 

O lutador Victor Neves, de 26 anos, já garantiu sua vaga na competição e está bastante contente com essa oportunidade. Ele informou que desde os 13 anos pratica jiu-jítsu e sempre participou de eventos de lutas.

 

“Acredito que esse campeonato abrirá as portas para o calendário 2018, porque tem uma grande premiação e isso motivará os atletas que vivem do esporte. Acredito que as federações deveriam apoiar mais essas competições e agradeço à Sejel por essa iniciativa e pelo incentivo ao esporte, principalmente o jiu-jítsu, que é a marca de nosso estado. Estou me dedicando muito e treinando 8 horas por dia. Espero chegar lá, poder representar minha equipe e conseguir ser um dos atletas premiados ao fim do evento”, afirmou Victor Neves, atleta do Clube Pina.

 

O evento conta ainda com o apoio da Federação Amazonense de Jiu-Jitsu Profissional (FAIJJPRO), responsável pela comissão técnica da competição.

Sobe Catracas

JOÃO GASPAR RODRIGUES, promotor de Justiça do AM

Palestrou em evento promovido pelo MP do Rio de Janeiro "O MP do terceiro milênio: Desafios para uma Atuação Resolutiva”

Sobe Catracas

ISAAC SILVA, atleta santareno

Com 62 anos, venceu em 1º lugar maratona dos 110 anos da imigração japonesa ao Brasil, nas corridas de 5 km, 800m e 1.500 metros, em SP

Desce Catracas

AMINADAB DE SANTANA, ex-prefeito de Novo Aripuanã

Justiça Federal bloqueou R$ 136 mil em bens dele por não prestação de contas de recursos da educação em 2011 e 2012

Desce Catracas

GEAN BARROS, prefeito de Lábrea

TCE suspendeu contrato de R$ 2,4 milhões da Prefeitura por contratar de maneira irregular empresa para reforma de escola

BASTIDORES