DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/01/2018

Sebrae AM terá sede própria em Itacoatiara; Pedra Fundamental foi lançada nesta quarta (10)

Todo o projeto estrutural do prédio foi elaborado dentro dos modernos padrões de sustentabilidade, uso inteligente de recursos de energia, água, além de inovações com vista ao baixo custo de manutenção predial

Sebrae AM terá sede própria em Itacoatiara; Pedra Fundamental foi lançada nesta quarta (10) Atualmente o Sebrae em Itacoatiara funciona em imóvel alugado - Foto: Divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O Sebrae no Amazonas lançou nesta quarta-feira (10), às 17h,  no município de Itacoatiara (cerca de 288 quilômetros de Manaus), a Pedra Fundamental de construção do prédio que vai ser a sede própria da Instituição no Município. Atualmente o Sebrae em Itacoatiara funciona em imóvel alugado.

   

Localizado no bairro Santo Antônio, a nova estrutura vai contar com três salas de aula, áreas administrativas, recepção, estacionamento, entre outros. Todo o projeto estrutural foi elaborado dentro dos modernos padrões de sustentabilidade, uso inteligente de recursos de energia, água, além de inovações com vista ao baixo custo de manutenção predial.

A cerimônia de lançamento da Pedra Fundamental vai contar com a presença de personalidades e autoridades de Itacoatiara, incluindo o prefeito Antônio Peixoto, colaboradores do Sebrae e o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amazonas (CDE/AM), José Roberto Tadros.

Sobe Catracas

MARIA CLÁUDIA ALENCAR, fotógrafa

Manauara é a única fotógrafa brasileira no 22º Circuito Internacional de Arte Brasileira e terá suas fotos expostas na Eslováquia

Sobe Catracas

MAYRA DIAS, miss Brasil 2018

Amazonense atuante na luta pela preservação da Amazônia, foi condecorada nova embaixadora da Fundação Amazonas Sustentável (FAS)

Desce Catracas

NÉLIO AGUIAR, prefeito de Santarém

A poucos dias do Çairé 2018, a praça de Alter do Chão está abandonada e monumentos sem manutenção

Desce Catracas

JOEL LOBO, ex-prefeito do Careiro Castanho

Foi condenado pelo TCU a devolver R$ 200 mil ao Tesouro Nacional por contas julgadas irregulares quando foi prefeito 

BASTIDORES