DeAmazônia

MENU
Atualizado em 10/01/2018

Cursos de capacitação no Amazonas para indígenas serão ampliados a partir de abril

A medida é uma parceria entre a Fundação Estadual do Índio (FEI), o Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e a Empresa Estadual de Turismo (AmazonasTur)

Cursos de capacitação no Amazonas para indígenas serão ampliados a partir de abril Durante a reunião, ficou acertado que, inicialmente, os cursos irão ocorrer em Manaus, podendo ser ampliados às comunidades indígenas - Foto: Divulgação

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A partir do mês de abril, as atividades de qualificação e cursos voltados para povos indígenas no Amazonas serão fortalecidos e ampliados, por meio da parceria entre Fundação Estadual do Índio (FEI), Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e Empresa Estadual de Turismo (AmazonasTur).

 

Na tarde desta quarta-feira (10/1), o diretor-presidente do Cetam, José Augusto de Melo Neto, recebeu na sede do órgão, o diretor-presidente da FEI, Amilton Bezerra, para tratar das propostas de cursos voltados para o etnodesenvolvimento e etnoturismo.

 

O objetivo é capacitar indígenas em cursos que estimulem atividades produtivas em terras próprias. “Esse trabalho está dentro do que propõe o Governo Amazonino sobre trabalharmos a ampliação dos atendimentos, com foco na diversidade. Portanto, somando ao trabalho da FEI, a partir de abril, estaremos ofertando mais oportunidades de qualificação aos povos indígenas”, disse o diretor-presidente do Cetam, professor José Augusto.

 

Segundo o diretor da FEI, o Amazonas possui cerca de 200 mil indígenas, sendo que aproximadamente 30 mil já estão morando em Manaus, por falta de oportunidades de renda em suas terras. “Os cursos irão estimular o desenvolvimento de atividades produtivas em terras indígenas”, comentou Bezerra.

 

A proposta da FEI inclui cursos voltados para o etnodesenvolvimento e etnoturismo, como hotelaria, gastronomia, inglês receptivo, guia turístico, marcenaria, entre outros. Durante a reunião, ficou acertado que, inicialmente, os cursos irão ocorrer em Manaus, podendo ser ampliados às comunidades indígenas.

 

A proposta também inclui a implantação de um Centro de Formação Tecnológica Indígena, ainda em 2018.

Sobe Catracas

JOMAR FERNANDES, desembargador do TJAM

Passou a integrar o Conselho de Magistratura do AM representando as Câmaras Criminais do Tribunal 

Sobe Catracas

NÉLIA CAMINHA, desembargadora

Foi reconduzida ao cargo de presidente da 3ª Câmara Cível do TJAM, por aclamação, para mais dois anos, até 2020

Desce Catracas

ARAILDO CARECA, prefeito de Santa Izabel do Rio Negro

Justiça do AM bloqueou R$100 mil em bens dele, após denúncia do MP-AM, de que teria direcionado licitação de R$3 milhões para empresa de parente

Desce Catracas

ILISEU 'BAT', ex-presidente da Câmara de Coari

TCE reprovou as contas da Câmara Municipal referentes ao ano de 2016 e ele terá que devolver R$ 2,2 milhões aos cofres 

BASTIDORES