DeAmazônia

MENU
Atualizado em 09/01/2018

Prefeito de Maraã deixa ambulâncias quebrarem para alugar uma por R$ 26 mil

Três ambulâncias do hospital estão paradas por falta de peça de reposição

Prefeito de Maraã deixa ambulâncias quebrarem para alugar uma por R$ 26 mil Quatro ambulâncias estão quebradas em Maraã

DEAMAZÔNIA MARAÃ, AM - O prefeito Magno Moraes deixou três ambulâncias paradas por falta de manutenção e decidiu alugar outro veículo, por meio de licitação, para atender o hospital da cidade, no valor mensal de R$ 26.500 mil. E o pior a ambulância que o prefeito contratou também quebrou. semana passada e não tem veículo agora para transportar os doentes.

 

Leitor do DeAMAZÔNIA em Maraã que fez a denuncia disse que o serviço para recuperar cada veículo sairia em média R$ 500. Em junho, do ano passado, quando o prefeito alugou o novo veículo para transportar os pacientes, duas ambulâncias do hospital ( Unidade Mista de Maraã) estavam quebradas e uma terceira vivia constantemente no pregro por falta de peça de reposição. No hospital atendem somente dois médicos.

 

“Séria mais fácil concertar ao menos uma das três ambulâncias do que gastar R$ 26 mil”, disse o morador. “Agora a Unidade Mista de Maraã está com as quatro ambulâncias quebradas e não tem veículo para transportar doentes”, completou.   

 

O aluguel da nova ambulância foi homologado na licitação feita com duas empresas, em junho de 2017, para locação de motos, carros e vans. A empresas vencedoras que dividem R$ 134.600 no aluguel são MEC Manuteção Elétrica Ltda e Fernandes de Souza –ME.

 

Porém, até agora nem o prefeito Magno Moraes, e nem os representantes das empresas se manifestaram sobre o reparo da nova ambulância.  

 

O DeAMAZÔNIA  não conseguiu contato com o prefeito de Maraã.

aluguels

Sobe Catracas

ALVARO CAMPELO, vereador de Manaus

Foi o vereador que registrou em 2017 100% de comparecimento às sessões da Câmara

Sobe Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

Após pressão, recuou e garantiu o aumento salarial dos professores municipais reajustado em julho/2017 pelo Governo Federal

Desce Catracas

ALEXANDRE BIANCHINI, presidente da Manaus Ambiental

São inúmeras as reclamações da má prestação de serviço no fornecimento de água em Manaus

Desce Catracas

ANTONIO PONGÓ, prefeito cassado de Caapiranga

Vice prefeito Moisés Filho denunciou Pongó a polícia por ter sacado R$ 1,8 milhão antes de deixar prefeitura  

BASTIDORES