Sábado, 08 de agosto de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 17/11/2017

Por 39 votos a 19, Alerj anula prisão de Picciani, Melo e Albertassi

Votação ocorreu há pouco (17) em sessão extraordinária na Assembleia

Por 39 votos a 19, Alerj anula prisão de Picciani, Melo e Albertassi A votação foi aberta. Foto: reprodução internet

O deputados estaduais do Rio de Janeiro determinaram, em sessão extraordinária realizada há pouco (17), a anulação das prisões dos colegas Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do PMDB. A votação foi aberta e marcada por 39 votos favoráveis à revogação e 19 contrários.

 

"Não podemos nos vergar e deixar de cumprir o que a Constituição determina. Vamos ter desgaste eleitoral, não tenham dúvida, mas quero dormir com a consciência tranquila", disse, segundo o G1, o deputado André Corrêa, favorável à anulação.

 

Contrário à soltura, o deputado Marcelo Freixo (Psol) se manifestou via Twitter: "A prisão preventiva aconteceu. E temos aqui a peça juridica, que é robusta. Não cabe a essa casa substituir o Judiciário. É verdade também que o direito de defesa tem que ser garantido a qualquer um. Ontem o Tribunal votou por 5 votos a 0 a prisão da cúpula do PMDB. Por lavagem de dinheiro, corrupção e organização criminosa. A denúncia é muito grave", publicou.

 

"Não estamos falando de algo irrelevante para o Rio de Janeiro. Não é algo irrelevante para os aposentados que estão sem receber, para a crise da Segurança Pública, para a crise da educação e da saúde. Pode o Legislativo anular uma decisão sem assumir que esse é um debate político? Fraude, propina, superfaturamento de contratos, é disso que trata a denúncia", prosseguiu em sequência de posts.

 

Picciani, Albertassi e Melo receberam ordem de prisão na quinta-feira (16) por suposto envolvimento em esquema de corrupção envolvendo o setor de transportes públicos no Rio de Janeiro.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Sobe Catracas

BOSCO SARAIVA, deputado federal (AM)

Foi nomeado pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, membro do Grupo de debate sobre pauta ambiental para o Brasil

Desce Catracas

NATHAN MACENA, prefeito do Careiro

Convidou toda a população para festa de inauguração de Centro de Covid e evento foi barrado pelo TCE, por infringir regras de prevenção