DeAmazônia

MENU
Atualizado em 14/11/2017

Escolinha oficial do Fluminense seleciona talentos em Manaus

A Guerreirinhos, escola oficial do clube, realiza seleção de atletas no próximo dia 18 de novembro para alunos e 19 de novembro para o público.

Escolinha oficial do Fluminense seleciona talentos em Manaus A tradicional avaliação técnica de atletas acontecerá das 8h às 18h na sede da escolinha. Foto: reprodução internet

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Crianças e adolescentes com talento podem estar mais próximos do sonho de ser jogador de futebol. A Guerreirinhos, escolinha oficial do Fluminense no Amazonas, realizará pré-seleção em Manaus nos próximo dia 19 de novembro, na sua sede, no LARANJEIRAS ESPORTE CLUBE.

A tradicional avaliação técnica de atletas acontecerá das 8h às 18h na sede da escolinha, que fica na avenida Professor Nilton Lins, 1174, próximo ao Aeroclube. Serão pré-selecionados meninos em 3 categorias: nascidos entre 2003 e 2004, entre 2005 e 2006 e ente 2007 e 2008. 

“A peneira acontece esse ano em será dividida em duas fases: a primeira, do dia 18 de novembro será apenas para crianças matriculadas na GUERREIRINHOS, Escolinha Oficial do Fluminense em Manaus, e a segunda no dia 19 de novembro será aberta para todas as crianças de Manaus. Os garotos terão a oportunidade de serem olhados por dois olheiros Oficiais do Fluminense vindo diretamente do Rio de Janeiro, Carlos Cintra Júnior, que é o chefe da captação do Fluminense, e Jorge Lucas, que é mais um dos diversos olheiros do Fluminense. Serão selecionados garotos que demonstrarem uma maior aptidão para a prática do futebol.”, explicou o diretor da Guerreirinhos, Milton Silva.

Para participar da seletiva é necessário se inscrever na Arena até o dia 17 de novembro, em horário comercial. É cobrada a taxa de inscrição no valor de R$ 50 (cinquenta reais) para os não alunos e R$ 30 (trinta reais) para os alunos da GUERREIRINHOS, Escolinha Oficial do Fluminense em Manaus. É importante frisar que não serão feitas inscrições no dia da seleção.

Serão selecionados garotos para ganhar bolsas integrais e meia-bolsas para escolinha. É possível também, dependendo do talento do garoto, que ele seja selecionado diretamente para as divisões de base do Fluminense. “Nossa ideia é dar espaço para a descoberta e a preparação novos craques do futebol brasileiro, criando oportunidade para os meninos que buscam o sonho do futebol profissional aqui no Amazonas”, destacou Silva.

Os meninos devem comparecer no dia marcado acompanhados do responsável legal, utilizando chuteira para campo sintético e portando RG ou certidão de nascimento, acompanhado de um responsável legal.  A avaliação consiste em alguns minutos de jogo onde os atletas devem demonstrar suas habilidades em campo. 

A escolinha

Desde 2012 na capital amazonense, a escola oficial do Fluminense traz a mesma proposta de treinamento e qualificação profissional de atletas adotada pelo clube, em Xerém (RJ). A ideia, de acordo com o diretor da instituição de Manaus, é ampliar a presença do clube, que tem torcida expressiva na Região e também contribuir para  ampliar a formação de base do clube em todo País, possibilitando o surgimento de novos craques.

As aulas da escolinha são direcionadas para crianças de 5 a 15 anos e acontecem às segundas, quartas e sextas, na Arena Laranjeiras. Maiores informações sobre matrículas podem ser obtidas em horário comercial pelos telefones : 99366-7885 ou na fanpage da Arena,

Sobe Catracas

ALVARO CAMPELO, vereador de Manaus

Foi o vereador que registrou em 2017 100% de comparecimento às sessões da Câmara

Sobe Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

Após pressão, recuou e garantiu o aumento salarial dos professores municipais reajustado em julho/2017 pelo Governo Federal

Desce Catracas

ALEXANDRE BIANCHINI, presidente da Manaus Ambiental

São inúmeras as reclamações da má prestação de serviço no fornecimento de água em Manaus

Desce Catracas

ANTONIO PONGÓ, prefeito cassado de Caapiranga

Vice prefeito Moisés Filho denunciou Pongó a polícia por ter sacado R$ 1,8 milhão antes de deixar prefeitura  

BASTIDORES