DeAmazônia

MENU
Atualizado em 13/11/2017

700 servidores da Eletrobrás/AM ameaçados de demissão

Demissões estão previstas para dezembro, deste ano

700 servidores da Eletrobrás/AM ameaçados de demissão Eletrobrás será privatizada pelo governo federal ( Foto G1/Amazonas)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM – Pelo menos 700 servidores da Eletrobrás Amazonas Energia estão ameaçados de demissão, com a privatização da concessionária anunciada pelo governo federal. Na sexta-feira (10) o deputado estadual Sinésio Campos (PT), esteve reunido com o procurador de Justiça do Ministério Público do Amazonas (MP-AM), Otávio de Souza Gomes, acompanhado de um grupo de trabalhadores da Eletrobrás Amazonas Energia. As demissões estão previstas para acontecer em dezembro.

 

Os trabalhadores eletricitários das empresas Eletrobras e Eletronorte, pertencentes ao Sistema Eletrobras, recorreram ao deputado Sinésio Campos no dia 3 de julho deste ano, para que o parlamentar solicitasse providências no sentido de ajudar a categoria a evitar a demissão dos profissionais, ameaçados de demissão por conta das políticas de reestruturação e privatização das empresas do Sistema Eletrobras.

 

“Vamos verificar a situação desse ofício, já faz anos, pedimos então que aguardem, breve marcaremos uma Audiência com a diretoria da empresa para avaliar o fato”, relatou o Procurador.   

 

Segundo Sinésio Campos, a Eletrobras apresenta um documento que pauta uma resolução que determina que, todas as diretorias que tenham empregados admitidos irregularmente a partir de 24/ 03/ 1993, apresentem à Diretoria Executiva, propostas de cronograma de desligamento dos referidos empregados, de forma a não comprometer os serviços prestados à sociedade, em atendimento às recomendações do Ministério Publico do Estado do Amazonas (MP-AM).

 

“No que depender do nosso mandato, esses trabalhadores não sofrerão tal situação. Estamos falando de pais de famílias que precisam do seu emprego. Continuamos na luta contra a privatização da Eletrobras e agora contra a demissão desses funcionários. Não adianta ficarem querendo ludibriar com resolução sem explicação aprofundada”, finalizou o parlamentar.

Sobe Catracas

ALVARO CAMPELO, vereador de Manaus

Foi o vereador que registrou em 2017 100% de comparecimento às sessões da Câmara

Sobe Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

Após pressão, recuou e garantiu o aumento salarial dos professores municipais reajustado em julho/2017 pelo Governo Federal

Desce Catracas

ALEXANDRE BIANCHINI, presidente da Manaus Ambiental

São inúmeras as reclamações da má prestação de serviço no fornecimento de água em Manaus

Desce Catracas

ANTONIO PONGÓ, prefeito cassado de Caapiranga

Vice prefeito Moisés Filho denunciou Pongó a polícia por ter sacado R$ 1,8 milhão antes de deixar prefeitura  

BASTIDORES