DeAmazônia

MENU
Atualizado em 11/11/2017

Anderson Silva cai novamente no antidoping e está fora do UFC Xangai

Agência Antidoping dos EUA notificou o brasileiro da alteração no exame 15 dias antes da luta contra Kelvin Gastelum

Anderson Silva cai novamente no antidoping e está fora do UFC Xangai A. Silva foi pego pela segunda vez no teste antidoping. Foto: Reprodução

Aconteceu mais uma vez! O brasileiro Anderson Silva foi pego novamente em um exame de antidoping e está fora ação por tempo indeterminado. Com isso, o Spider está fora da luta contra Kelvin Gastelum no UFC Xangai, evento agendado para o próximo dia 25, na China. A substância encontrada no teste de Anderson não foi revelada pela Agência Antidoping dos EUA (USADA).

 

O novo caso de doping surge dois anos depois de Anderson ter sido pego em um exame pela primeira vez. Em janeiro de 2015, o ex-campeão dos médios foi pego em um teste antes de enfrentar Nick Diazno UFC 183. Na ocasião, a substância proibida encontrada no teste do brasileiro foi a drostanolona um anabolizante que atua na musculatura, fazendo com que ela cresça e se torne mais rígida e a androsterona é um derivado da testosterona.

 

A organização do UFC foi notificada hoje que a Agência Antidoping dos EUA (USADA) informou Anderson Silva de uma potencial violação da Política Antidoping oriunda de uma amostra fora de competição colhida em 26 de outubro de 2017. Como resultado, Silva foi suspenso provisoriamente pela USADA. Devido à proximidade da luta de Silva no UFC Fight Night Xangai, na China, em 25 de novembro de 2017, contra Kelvin Gastelum, Silva foi removido do card, e o UFC está no momento buscando um substituto.

 

USADA, a administradora independente da Política Antidoping do UFC, vai lidar com o gerenciamento de resultados e adjudicação apropriada deste caso envolvendo Silva. Sob a Política Antidoping do UFC, há um processo legal completo e justo que é disposto a todos os lutadores antes que qualquer sanção seja imposta. Informação adicional será dada no momento apropriado conforme o processo seguir adiante.

SUPERLUTAS

Sobe Catracas

CABO MARCELO, vereador de Rio Preto da Eva

Vereador que votou contra o aumento das taxas de iluminação pública, IPTU e de água denuncia cobrança abusiva

Sobe Catracas

ADELSON ALBUQUERQUE, ex-presidente do Boi Garantido

SEC comunicou ao TCE aprovação das contas dele na gestão do Garantido, em 2017

Desce Catracas

ALESSANDRA CAMPÊLO, deputada estadual (PMDB-AM)

Empresa pertencente ao marido dela é acusada de superfaturar serviços com a Susam

Desce Catracas

ADAIL FILHO, prefeito de Coari

MP pediu afastamento imediato dele do cargo, perda de mandato, e devolução de R$ 2,7 por acordo de fachadas com empresas

BASTIDORES