DeAmazônia

MENU
Atualizado em 09/11/2017

Papa Francisco critica uso de celular entre fiéis e religiosos durante as missas

'Sacerdote diz 'corações ao alto'. Ele não diz 'celulares ao alto para tirar foto!', afirmou Papa Francisco.

Papa Francisco critica uso de celular entre fiéis e religiosos durante as missas Papa disse que fica triste quando vê a situação. Foto: reprodução internet

O Papa Francisco disse nesta quarta-feira (8) que fica triste quando vê fiéis e até religiosos usarem o celular para fazer fotos durante a missa.

 

Na audiência geral, na Praça São Pedro, o pontífice falou sobre diversos temas e anunciou um novo ciclo de catequeses, depois da conclusão da série sobre a esperança na semana passada. Enquanto falava da importância de determinados aspectos na Igreja, ele usou uma metáfora para questionar o uso excessivo de aparelhos nas celebrações.

 

"Por que, a um certo ponto, o sacerdote diz 'corações ao alto?' Ele não diz 'celulares ao alto para tirar foto!' Não! Fico triste quando celebro e vejo muitos fiéis com os celulares para cima. Não só os fiéis, mas também sacerdotes e até bispos. A missa não é espetáculo, é ir ao encontro da paixão e ressurreição do Senhor. Lembrem-se: chega de celulares", declarou.

 

O papa começou nesta quarta um novo ciclo de catequese dedicado à celebração eucarística e convidou o público a "crescer no conhecimento do grande dom que Deus nos doou na eucaristia".

PORTAL G1 DE NOTÍCIAS

Sobe Catracas

CABO MARCELO, vereador de Rio Preto da Eva

Vereador que votou contra o aumento das taxas de iluminação pública, IPTU e de água denuncia cobrança abusiva

Sobe Catracas

ADELSON ALBUQUERQUE, ex-presidente do Boi Garantido

SEC comunicou ao TCE aprovação das contas dele na gestão do Garantido, em 2017

Desce Catracas

ALESSANDRA CAMPÊLO, deputada estadual (PMDB-AM)

Empresa pertencente ao marido dela é acusada de superfaturar serviços com a Susam

Desce Catracas

ADAIL FILHO, prefeito de Coari

MP pediu afastamento imediato dele do cargo, perda de mandato, e devolução de R$ 2,7 por acordo de fachadas com empresas

BASTIDORES