DeAmazônia

MENU
Atualizado em 20/10/2017

CARLOS COSTA #Da desordem nasce a ordem!

CARLOS COSTA #Da desordem nasce a ordem!

Como o pássaro mitológico grego Fênix, renascendo sempre das próprias cinzas, a sociedade está mergulhada em uma desordem e em transformação constante, tenho esperanças que da balbúrdia que mergulhou o país junto com a decência política, ética e falta de moral em quase todos os setores,  do que sobrar de dignidade social, renasça das um novo Brasil, mais ético, moral e que a sociedade cobre, mas também cumpra o mínimo de cidadania na hora do voto. 

 

Da desordem, do caos moral, ético da parte da classe politica,  em Brasília, envolvida em denúncias de corrupção, a família fica sem referência alguma para se espelhar como esteio de moral. Com a destruição da família e do poder familiar com a criação de leis extravagantes (leis fora dos Códigos, como o ECA, por exemplo, que tem força de lei), os pretensos candidatos à presidência do país, tidos defensores da família brasileira, seguem sua peregrinação pelo Brasil, em campanhas antecipadas que ser impugnados por qualquer eleitor. Ainda não foram feitas as convenções do PT e nem do PSC, mas certamente poderão ser eles.

 

O caos que atingiu os alicerces da democracia, se espalhou pela educação e contaminou todos os setores da vida brasileira e fez crescer as candidaturas tidas como de direita à Presidência do Brasil. Ainda não foram feitas as convenções do PT e nem do PSC, mas certamente poderão ser eles. Felizmente desse caos, o Brasil poderá escapar investindo em educação, saúde, saneamento, moradia e não em manter intacto o mandato do presidente Michel Temer, mesmo à custa do sacrifício do povo brasileiro. 

 

 

Mandato não pode ser trocado por votos como fez a "Bancada Ruralista" que tanta pressionou e conseguiu do Governo acabar com a divulgação, das  temidas “listas negras” com o nome de fazendeiros que mantem trabalhadores vivendo em situação de escravidão mesmo que s economia seja afetada porque a OIT-Organização Internacional do Trabalho afirme ser um o retrocesso ao mundo, que seguia como referência o modelo de erradicação do trabalho escravo

 

Na temida “lista negra”, constam nome fazenda de políticos que, em pleno século XXI, ainda mantém essa prática. Com autorização do Ministro da Agricultura, que sofrerá pressões políticas para não o fazer, o nome das fazendas poderá ser divulgado, cumprimento outras burocracias como a presença da polícia e registro de Boletim de Ocorrência, como se os fiscais do Ministério do Trabalho não tivessem fé pública também.

 

 Palmas para os ruralistas e vaias aos trabalhadores por mais essa burocracia.

 

 *O autor é Jornalista, Assistente Social, Escritor, Cronista, e nas horas vagas.. poeta.

Sobe Catracas

CABO MARCELO, vereador de Rio Preto da Eva

Vereador que votou contra o aumento das taxas de iluminação pública, IPTU e de água denuncia cobrança abusiva

Sobe Catracas

ADELSON ALBUQUERQUE, ex-presidente do Boi Garantido

SEC comunicou ao TCE aprovação das contas dele na gestão do Garantido, em 2017

Desce Catracas

ALESSANDRA CAMPÊLO, deputada estadual (PMDB-AM)

Empresa pertencente ao marido dela é acusada de superfaturar serviços com a Susam

Desce Catracas

ADAIL FILHO, prefeito de Coari

MP pediu afastamento imediato dele do cargo, perda de mandato, e devolução de R$ 2,7 por acordo de fachadas com empresas

BASTIDORES