DeAmazônia

MENU
Atualizado em 29/09/2017

Sindicato de empregados dos Correios mantém greve e convoca ato

Apenas os serviços com hora marcada, como o Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária, estão suspensos

Sindicato de empregados dos Correios mantém greve e convoca ato A classe está em greve desde o dia 19. Foto: divulgação/internet

Com 11 dias em greve, os funcionários dos Correios permanecem paralisados. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores dos Correios e Telégrafos do Distrito Federal e Região do Entorno (Sintect/DF), o movimento está mantido e a categoria deve se reunir na próxima terça-feira (3), às 8h, em frente ao edifício-sede dos Correios, em Brasília, para uma assembleia nacional de mobilização.

 

Na tarde de ontem (28) o vice-presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Emmanoel Pereira, considerou a paralisação abusiva, mas, para o sindicato, o ministro não determina o retorno ao trabalho e nem estipula multa para a federação dos trabalhadores ou para os sindicatos.

 

De outro lado, os Correios informaram que, neste final de semana, serão realizados novos mutirões para colocar em dia a carga de objetos postais. De acordo com a empresa, mais de 91 mil funcionários ainda estão trabalhando normalmente. O número corresponde a 84,1% do total de empregados, número igual ao estimando ontem (28).

 

Em todo o país, a rede de atendimento está aberta e todos os serviços, inclusive o Sedex e o PAC, continuam disponíveis. Apenas os serviços com hora marcada, como o Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária, estão suspensos.

 

A classe está em greve desde o dia 19 e luta pela manutenção do plano de saúde e todos os benefícios, contra o fechamento das agências e a retirada dos vigilantes, pelos correios públicos e de qualidade, concurso público e pela campanha salarial 2017/2018. Com informações da Agência Brasil.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Sobe Catracas

LAILA CAMPOS, miss Terra Santa 2019

Foi eleita Miss Beleza do Baixo Amazonas 2019, após derrotar outras sete candidatas, durante concurso em Parintins 

Desce Catracas

CHICO ALFAIA, prefeito de Óbidos

Município é o pior em gestão fiscal do Pará, e está entre os cinco piores da região Norte, diz dados da Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro)