DeAmazônia

MENU
Atualizado em 25/08/2017

Sorteio das urnas que passarão por auditoria na votação paralela acontece neste sábado (26)

O objetivo da cerimônia é demonstrar para a população e para os candidatos que todos os votos são contabilizados de forma correta.

Sorteio das urnas que passarão por auditoria na votação paralela acontece neste sábado (26) (Foto: Reprodução/TRE-AM)

Na véspera do segundo turno da eleição suplementar, dia 26, às 9h, no Centro de Divulgação das Eleições, no 4º andar do prédio-sede do TRE-AM, será realizado o sorteio das urnas que passarão por auditoria na votação paralela.

 

Votação paralela. Entenda como funciona:

Esse procedimento consiste em uma estratégia para verificar o funcionamento das urnas eletrônicas e garantir mais transparência aos procedimentos adotados pela Justiça Eleitoral. Serão sorteadas duas urnas: uma da capital e outra do interior, para uma votação simulada que será feita no dia 06 de agosto, em paralelo com a votação oficial.

 

Para isso, serão enviadas aos partidos políticos cédulas e papel com números dos candidatos, votos nulos, votos de legenda e votos em branco para o preenchimento. Os votos destas cédulas serão digitados nas urnas eletrônicas para, às 17h, a Comissão de Auditoria conferir se os votos do Boletim Eletrônico de Urna (BU) correspondem exatamente aos votos manuais.

 

O procedimento de auditoria vai ser acompanhado também por um representante do Ministério Público, a ser indicado pela Procuradoria Eleitoral, e por representantes dos partidos políticos.

 

O objetivo da cerimônia é demonstrar para a população e para os candidatos que todos os votos são contabilizados de forma correta. Por este motivo é essencial a efetiva participação dos partidos políticos e da imprensa.

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

TJAM pode intervir na Prefeitura até o fim do mês por não pagamento de precatórios de direito trabalhistas à servidores municipais

Desce Catracas

GABRIELE DIAS, cerimonialista

72 alunos de escola pública de Manaus ficaram sem festa de formatura após ela receber dinheiro e não pagar o salão de festas

BASTIDORES