DeAmazônia

MENU
Atualizado em 06/08/2017

Arthur Neto destaca legitimidade da eleição suplementar durante votação

Arthur destacou a legitimidade do pleito e a importância deste momento para a recuperação do Estado.

Arthur Neto destaca legitimidade da eleição suplementar durante votação O prefeito Arthur Neto estava acompanhado da primeira-dama, Elisabeth Valeiko, do deputado Josué Neto e o vice-prefeito Marcos Rotta

MANAUS, AM - O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, chegou ao seu local de votação, no Colégio Estadual Dom Pedro II, Centro, por volta das 8h deste domingo, 6/8, primeiro turno da eleição suplementar no Amazonas. Ele estava acompanhado da primeira-dama, Elisabeth Valeiko, e do vice-prefeito, Marcos Rotta.

 

Arthur destacou a legitimidade do pleito e a importância deste momento para a recuperação do Estado. “Este é, talvez, o pleito mais importante dos últimos anos para o Amazonas porque a situação econômica é grave, quase falimentar. É preciso ouvir as urnas e estamos prontos para ver o Estado voltar a sua plena normalidade”, defendeu o prefeito.

 

Após cumprir seu papel de cidadão, o prefeito disse que somente por meio das eleições diretas é que se faz a verdadeira democracia. “Houve quem conspirasse contra as eleições diretas, mas venceu a democracia, na qual só o povo tem o direito de errar ou acertar”, afirmou Arthur que ainda acompanhou a votação da sua esposa e de seu vice. Ele também pretende visitar algumas escolas eleitorais ao longo do dia para certificar-se da tranquilidade do pleito.

 

A Prefeitura de Manaus mantém seu efetivo nas ruas para auxiliar na organização do primeiro turno da eleição suplementar, com agentes de trânsito e limpeza atuando em regime de plantão. A frota do transporte coletivo é a mesma utilizada durante a semana, não houve a redução que geralmente ocorre nos finais de semana.

 

Este ano, por recomendação do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), não houve gratuidade nos coletivos uma vez que a grande maioria dos eleitores vota próximo de suas residências devido ao recadastramento biométrico.

FATO AMAZÔNICO

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

HÉLIO BESSA, ex-prefeito de Tefé

Foi condenado a devolver 2,5 milhões aos cofres públicos por irregularidades em convênios celebrados com o Governo do Estado

Desce Catracas

ROMEIRO MENDONÇA, prefeito de Presidente Figueiredo

TJAM pode intervir na Prefeitura até o fim do mês por não pagamento de precatórios de direito trabalhistas à servidores municipais

BASTIDORES