DeAmazônia

MENU
Atualizado em 31/07/2017

José Melo estaria apoiando Rebecca Garcia para o governo

Melo e David Almeida vinham conversando nos bastidores.

José Melo estaria apoiando Rebecca Garcia para o governo Rebecca Garcia, integrava a chapa de Braga na condiução de vice que pediu a cassação dele.

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Reviravolta às véspera do reinicio das sessões do Supremo Tribunal Federal (STF), que acontece nesta terça-feira (02) e na reta final para a eleição no Amazonas. O ex-governador José Melo (PROS) estaria apoiando nos bastidores a campanha da candidata ao governo Rebecca Garcia (PP). Melo teria acertado a aliança com o governador interino, David Almeida (PSD), informaram fontes do Portal DeAMAZÔNIA. 

 

Rebecca Garcia integrava a chapa do senador Eduardo Braga na condição de candidata vice-governadora, na eleição de 2014, que pediu a cassação de José Melo ao TSE. A chapa ficou em segundo lugar na eleição. Hoje, rompidos, Braga e Rebecca disputam a eleição suplementar, em grupos opostos.  

 

Pessoas de laços muito próximos a José Melo já estariam em campanha e a caça de voto para Rebecca, a pedido dele. O professor Melo era aliado do senador Omar Aziz (PSD).  David Almeida foi líder de Melo na Assembleia e depois foi alçado ao cargo de presidente da Assembleia Legislativa, que lhe deu condições de assumir o cargo de governador interino, com a cassação do governador no TSE.  

 

Nestes últimos dois anos, Rebecca e Braga não poupavam críticas ao governo de José Melo. A chapa, que ficou em segundo lugar, em 2014, ingressou com várias ações no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AM) até que um dos processos culminou com a cassação do mandato dele e do vice Henrique Oliveira, em maio deste ano.    

CONTATO COM A COLUNA BASTIDORES

(92) 99229 8831 WhatsApp

[email protected]

DEAMAZONIA.COM.BR 

Sobe Catracas

BI GARCIA, prefeito de Parintins

Vai demitir secretários que não colaboram com medidas de prevenção para evitar morte de pessoas pela pandemia de coronavírus

Desce Catracas

DOCA ALBUQUERQUE, prefeito de Terra Santa

Publicou decreto estranho que anula convocação de aprovados em concurso 2020 e abrirá processo seletivo