DeAmazônia

MENU
Atualizado em 23/07/2015

Obras que vão desafogar o trânsito de Manaus em ritmo intenso

Obras que vão desafogar o trânsito de Manaus em ritmo intenso Waldivia Alencar, de blusa branca, inspeciona obras

MANAUS, AM - No final deste ano, os condutores de veículos em Manaus começarão a perceber as mudanças no sistema viário da cidade, cujo objetivo é a execução do plano de mobilidade urbana para desafogar o trânsito sobrecarregado da capital. A Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado (Seinfra) intensificou volume de ações em três obras estruturantes, que compreendem várias frente de trabalho para dar alternativas de acesso ao entorno da vias de grande movimento que se interligarão aos anéis viários sul, leste e da avenida das Flores.

 

A secretária da Seinfra, Waldívia Alencar, disse ao blog deAmazônia que com a chegada do verão essas obras ganharam ritmo intenso. “ Com as licenças ambientais liberadas e a desapropriação dos terrenos essas obras estruturantes receberam novo ritmos anéis sul e leste e na avenida das Flores”, afirma Waldívia.

 

De acordo com a secretária os trabalhos no Anel Sul, na duplicação da Rodovia AM 450, antiga estrada do Tarumã, estão em execução em três pontos numa área de extensão de 8.400Km.  O primeiro, na ponte do Tarumã que dá acesso a Vivenda Verde, o segundo na ponte Cachoeira Alta e o terceiro compreende a ponte do Tarumã até o café da Joelsa. Foram abertas três grandes frentes com sistema de terraplenagem.

 

Avenida das Flores

 

Máquinas e operários também estão em ritmo intenso nos três trechos da extensão da avenida governador José Lindolso, conhecida como avenida das Flores, que é a continuação da avenida das Torres. Este ponto termina na avenida Timbiras, passa na lateral do parque Sumauma, no nível debaixo do Terminal 3, até a Baixada Fluminense e segue pela Vivenda Viver Melhor até a Rodovia AM-010. “ As licenças e desapropriações foram liberadas. Visitei o campo de obra nesta quarta-feira. Havia mais de 100 caçambas, 80 equipamentos pesados num ritmo frenético de trabalho”, acentuo Waldívia Alencar. O Investimento é de R$ 202 milhões. “ O trecho que vai da rua 7 de maio, localizada no cruzamento do conjunto Galiléia com João Paulo, na Zona Norte, até o inicio da AM-010, numa extensão de 5,5 quilômetros entregaremos em dezembro”, acrescentou.

 

Em relação ao início dos serviços no Anel Leste, a titular da Seinfra falou que o Governo estava em entendimento com o Ministério Público Federal e fez ajuste no projeto, de acordo com recomendação do MPF. O início das obras dependia da liberação de licença ambiental. Esta obra estruturante sai da Reserva Duque até a bola do Distrito Industrial Dois, próximo a Seinfra. São 17.600 quilômetros de extensão, informa a secretária. “Esperamos iniciar está etapa,  no Anel Leste, no início de agosto”, completa.

 

Governador Melo visita campos de Obras com titular da Seinfra

 

Segundo Waldívia Alencar as obras ficarão concluídas em 2016, mas essas novas etapas serão entregues até o final de dezembro, deste ano, e esses três novos pontos de Manaus já poderão fluir com a circulação de veículos. Ela disse também que as obras sofreram atraso por causa da demora da liberação das licenças emitidas pelos órgãos ambientais. “Foi um atraso considerável por causa das licenças e ficou difícil de cumprir o cronograma, mas esperamos entregar as novas etapas, dessas três obras estruturantes, em dezembro e concluir tudo no final do próximo verão de 2016”, assegura.

 

Nos horários de pico o trânsito da capital vira uma tormenta. “Olhando num mapa temos a certeza de o nosso trânsito ficará muito melhor do que está hoje. A gente vai poder retirar esses veículos das ruas mais congestionadas do Centro como as avenidas Djalma Batista, Recife, Djalma Batista, Constantino Nery e Paraíba  e poder distribuir a circulação para o entorno da cidade, tirando esse trânsito pesado que vem do Distrito Industrial”, ressalta a titular da Seifra. 

 

“É importante ressaltar que a avenida das Flores será o maior corredor de ônibus de Manaus. As pessoas terão mais vias para fazer um novo traçado e, desse modo, gastarão menos tempo no trânsito, nestas novas ligações viárias”, concluiu Waldívia.

DEAMAZONIA.COM.BR

Tags:

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto