DeAmazônia

MENU
Atualizado em 18/05/2017

Arlindo Júnior celebra nova fase da carreira

Prestes a completar sete meses de tratamento, no início deste mês ele esteve em São Paulo e recebeu a notícia de que o câncer “tinha reduzido bastante, muito mais que o esperado”

Arlindo Júnior celebra nova fase da carreira Arlindo Júnior é um dos representantes do folclore popular ( Foto: reprodução facebook)

MANAUS,AM - Vencer batalhas na luta contra o câncer é um desafio constante para quem lida com a doença e, para o ex-apresentador e levantador de toadas do boi Caprichoso, Arlindo Júnior, não é diferente. Prestes a completar sete meses de tratamento, no início deste mês ele esteve em São Paulo e recebeu a notícia de que o câncer “tinha reduzido bastante, muito mais que o esperado” e, por isso, há motivos de sobra para celebrar a vida. Seu aniversário será comemorado no próximo sábado (20).

 

Carinhosamente conhecido pelo público como “Pop da Selva”, Arlindo vai fazer uma festa exclusiva para 1.800 pessoas no Clube do Trabalhador – Sesi, no Aleixo, a partir das 21h, para comemorar 49 anos de idade.

 

“A notícia surpreendeu a todos, inclusive meu médico. Ele me disse que estou a cada dia melhor. É a força de Deus e a nossa fé. Nada melhor do que celebrar a vida rodeado de amigos”, falou Arlindo, agradecendo o carinho que sempre recebe dos fãs por meio das redes sociais. “Vou continuar lutando pela vida”, completa.

 

Arlindo é um dos principais nomes do Festival Folclórico de Parintins e, mesmo não defendendo nenhum item, segue arrastando um grande público para os seus shows. Para o do seu aniversário, em especial, além dos convidados que vai receber para dividir o palco, o “Pop” está preparando um repertório que “ultrapassa os muros” das toadas.

 

“É bom preparar o espírito porque terão músicas que tocarão o coração. Vai ser emocionante para todo mundo, até para mim”, disse o aniversariante, citando “Raridade”, uma música gospel, do cantor Anderson Freire, que vai estar no repertório do show comemorativo e vai contar com as participações de Felipe Jr, Klinger Araújo, Vanessa Alfaia e Israel Paulain.

 

Segundo Arlindo, a procura pelos ingressos tem sido “muito boa”. As camisas que dão acesso ao setor comum da festa – área VIP já está esgotada – podem ser encontradas nas lojas Ravanelli e England; no escritório do cantor, o Amazon Arts, localizado na Torquato Tapajós, e no Sesi. Outras informações podem ser adquiridas por meio do telefone (92) 9 9307-0809.

 

O cantor também revelou que toda a cenografia, desde à entrada, faz referência à suntuosa floresta amazônica.

 

Trajetória artística

Manauense, Arlindo contou ao EM TEMPO que, em 1988 foi acompanhar um amigo que iria cantar na cidade de Parintins e acabou se encantando pelo local e por lá permaneceu. No ano seguinte, foi convidado para ser o levantador oficial do Caprichoso, permanecendo até o ano de 1999.

 

O ano de 1997, por exemplo, é um dos que se tornaram inesquecíveis para os amantes do festival, em especial para os torcedores azulados. Neste ano, o Caprichoso ergueu uma imensa catedral verde no bumbódromo, retratando o simbolismo de criaturas fantásticas e a necessidade de proteger a cultura e a floresta. Por causa de alguns problemas técnicos, a alegoria não produziu o efeito visual esperado, o “Pop da Selva” chamou a responsabilidade para si e, em um solo incrível, arrebatou a galera azulada ao conduzir o espetáculo, entoando a canção “Amazônia, Catedral Verde”.

 

Vale ressaltar que nos anos de 1998 e 1999, Arlindo defendeu dois itens ao mesmo tempo – apresentador e levantador. A partir do ano 2000, o “Pop” ficou responsável apenas pela apresentação do enredo do bumbá na arena, sendo substituído por Júnior Paulain em 2005.

 

No ano de 2014, quando o Caprichoso defendeu o tema “Amazônia Tawapayera”, Arlindo foi convidado para conduzir a apresentação do bumbá no lugar de Paulain.

 

Hoje, o “Pop da Selva” não faz parte do quadro oficial de itens do Caprichoso, mas sempre está entre os artistas convidados para shows do boi, seja em Parintins – onde participou da gravação do DVD “A poética do imaginário caboclo”, este ano, no Zeca Xibelão – ou em Manaus.

Rosianne Couto
EM TEMPO

 

Sobe Catracas

LUPERCINO DE SÁ, desembargador

Foi homenageado pela Aleam com a Medalha da Ordem do Mérito Legislativo

Sobe Catracas

SÉRGIO FONTES, delegado da Polícia Federal

Recebeu diploma de "Cidadão Benemérito" pela Câmara Municipal de Manaus

Desce Catracas

ANTÔNIO ROCHA, presidente da Câmara de Santarém

Foi denunciado pelo MPPA na operação Perfuga por crime de peculato e afastado do cargo de presidente da CMS

Desce Catracas

HÉLIO BESSA, ex-prefeito de Tefé

Foi condenado a devolver 2,5 milhões aos cofres públicos por irregularidades em convênios com o Governo do Estado

BASTIDORES