DeAmazônia

MENU
Atualizado em 09/02/2017

Ex-prefeito de Parintins tem contas reprovadas no TCE/AM

O ex-prefeito não comprovou a execução do contrato de serviços de emergência que deveria ter sido realizado na lixeira de Parintins

Ex-prefeito de Parintins tem contas reprovadas no TCE/AM Ex-prefeito de Parintins, Alexandre da Carbrás foi multado em R$ 1,3 milhão ( foto portal Reporter Parintins)

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - A não comprovação de execução, do contrato de serviços de emergência que deveria ter sido realizado no lixão de Parintins, foi uma das principais irregularidades que levaram o colegiado a desaprovar a prestação de contas do ex-prefeito do município de Parintins, Alexandre da Carbrás (PSD), referente ao exercício de 2013.

 

De acordo com o relator do processo, conselheiro Érico Desterro, o gestor também cometeu impropriedades como a falta de relatório de controle interno da prefeitura e o atraso na remessa de dados, pelo Sistema Auditor de Contas Públicas (ACP), por oito meses (abril a dezembro, 2013). As contas do ex-prefeito agora serão encaminhadas a Câmara Municipal de Parintins.

 

Pelas irregularidades foram aplicadas multas e glosa que ultrapassam R$ 1,3 milhão. O gestor ainda pode recorrer da decisão.

 

O ex-prefeito de Juruá, Edézio Ferreira da Silva, também teve a prestação de contas, exercício de 2008, julgada irregular pelo pleno do Tribunal de Contas. O responsável pela relatoria do processo, conselheiro Julio Pinheiro, informou que a não comprovação de despesas com material hospitalar, odontológico, ambulatorial, de higiene e medicamentos foi uma das impropriedades que fizeram o colegiado tomar a decisão. O valor que o ex-prefeito terá que devolver aos cofres públicos é de quase R$1 milhão, num prazo de 30 dias.

 

Regulares com ressalvas

Ainda durante a 2ª sessão do TCE, realizada na manhã de hoje (09), o colegiado decidiu pela regularidade com ressalvas das prestações de contas do ex-reitor da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), referente ao exercício de 2006, Lourenço dos Santos Pereira Braga; do presidente da Companhia de Água, Esgoto e Saneamento de Coari (CAESC), exercício de 2014, Evandro Rodrigues de Moraes; da diretora-geral do Serviço de Pronto Atendimento – SPA ZONA SUL, exercício de 2015, Lúcia Maria da Silva Ramos; da Secretaria de Estado de Segurança Pública - SSP, exercício de 2015, sob a responsabilidade do secretário Sérgio Lúcio Fontes, e do secretário-executivo Carlos Alberto Alencar de Andrade; do ex-presidente da Fundação Vila Olímpica “Danilo de Mattos Areosa”, exercício de 2005, Walmir Prado de Alencar; e do chefe da Casa Militar da Prefeitura Municipal de Manaus, exercício de 2014, José Fernando de Farias, com aplicação de multa de R$ 2 mil.

 

Aprovadas

O colegiado, por unanimidade, aprovou as prestações de contas do Fundo Municipal de Proteção ao Patrimônio Histórico e Cultural - FUNPATRI, exercício de 2015, de responsabilidade de Bernardo Soares Monteiro de Paula, diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos; e do responsável pela Secretaria Municipal Extraordinária de Manaus - SEMEX, exercício de 2015, Luiz Alberto Carijó de Gosztonyi.

Sobe Catracas

NATHÁLIA FARIA, karateca amazonense

Do topo do ranking nacional de karatê, atleta chega à seleção brasileira da categoria de base pela terceira vez

Desce Catracas

ADONEI AGUIAR, prefeito de Curinópolis (PA)

Afastado do cargo por acusação de integrar esquema criminoso, STF negou pedido dele para retornar ao cargo