Quarta, 03 de junho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/04/2015

Ano letivo na zona rural de Maués ainda nem começou

Ano letivo na zona rural de Maués ainda nem começou Vereadora quer imediato inicio das aulas ( foto Elcimar Freitas)

As crianças da zona rural do município de Maués estão sem aulas. Lá o ano letivo ainda nem começou. A denuncia é da vereadora Martinéia Dinelli (Pros), que integra a comissão de Educação da Câmara, que cobrou o imediato inicio das aulas. De acordo com a parlamentar, os estudantes correm também o risco de ficar sem o ano letivo de 2015. “Os alunos que estudam nas comunidades rurais estão sendo prejudicados porque até o presente momento o ano letivo não começou O Rio está enchendo e algumas comunidades serão atingidas. Desse modo, escolas na área de várzea já estão com o ano letivo comprometido”, afirmou.

 

;                

“Alguns pais de família já estão pensando em trazer para a sede do município seus filhos temendo que eles percam o ano”, acrescentou a vereadora Martinéia. Para ela o problema representa o descaso com a educação de Maués. O ano letivo na sede urbana iniciou no dia 06 de fevereiro. “ Nós já estamos em abril e até então nada das aulas da zona rural iniciarem. E só agora a Secretaria de Educação municipal está fazendo um processo seletivo para contratação de professores. Será que só agora o secretário lembrou que tem der haver aulas nas escolas da zona rural”, protestou.

 

Martinéia lembrou que há poucos dias o prefeito Carlos Góes (PT) inaugurou uma escola na região do rio Apocuitaua. “Mas de que vale um prédio novo se não tem professor para dar aulas”, disse. “Quero que seja encaminhado para a Câmara o calendário do ano letivo de 2015. O secretário deve uma explicação. Além do ano letivo não iniciar ainda tem escolas que estão com o calendário de 2014 atrasado. Uma vergonha”, criticou a parlamentar.

 

O blog deAmazônia tentou falar com o secretário de Educação Luiz Gonçalves, mas as chamadas para os telefones dele 99384 –XX41 e 991XX -81xx davam na caixa postal.

 

Sobe Catracas

RODRIGO FERNANDES, escritor paraense

Natural de Santarém, venceu concurso da Academia Paraense de Letras e Artes e obra dele ficou em 1º lugar na categoria 'Melhor Livro'

Desce Catracas

ANTÔNIO PEIXOTO, prefeito de Itacoatiara

Deputado denunciou na Aleam que médicos, que atuam na pandemia, estão há três meses sem receber salários