Sábado, 04 de julho de 2020

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/04/2015

Bi Garcia discute investimentos em pesquisa científica com reitoria da UFAM

Bi Garcia discute investimentos em pesquisa científica com reitoria da UFAM Bi Garcia com reitores da UFAM

O presidente da Comissão de Ciência, Tecnologia e Inovação da Assembleia Legislativa do Estado (Aleam), deputado Bi Garcia (PSDB), reuniu nesta quarta-feira, 15, com a Reitora da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) em Manaus, professora doutora Márcia Perales. O objetivo foi definir processos de articulação para contribuir à valorização da pesquisa em suas diversas frentes.

 

O encontro com começou às 16h30 e terminou às 18h15. Durante a reunião, discutiu-se sobre os investimentos da pesquisa no Estado do Amazonas e o que pode ser feito para consolidar a construção de uma plataforma de pesquisa em uma perspectiva sustentável, centrada nas parcerias institucionais. 

 

“Este foi o primeiro de uma série de encontro que deverá ser feito, visando à realização de uma unidade articulada que garanta a formulação e o avanço da ciência, tecnologia e inovação em parceria com segmento público e privado”, destacou o deputado.

 

O parlamentar ressaltou entre os objetivos junto a esta centenária instituição, sobretudo, em atenção ao desenvolvimento local, contemplando a formulação de uma cultura científica agregada a especificidade de nossa região amazônica com foco tanto em Manaus como também nos demais municípios do Estado.

 

A reunião contou com a participação do vice-reitor professor Dr. Hedinaldo Lima, professor Dr. Nelson Noronha, Pró-Reitor adjunto de Ensino e Graduação da Ufam, professor Dr. Gilson Vieira, Pró-reitor de Pesquisa e Pós-graduação da Ufam e a Professora Drª. Maria do Perpétuo Socorro Chaves, Pró-Reitora de Inovação Tecnológica da Ufam.

 

Tags:

Sobe Catracas

CILÉIA MESQUITA, tenente-coronel do Corpo de Bombeiros/PA

É a primeira mulher, em 27 anos, a assumir comando da Defesa Civil do Pará 

Desce Catracas

MÁRIO FILHO, prefeito de Marituba (PA)

Justiça Federal bloqueou R$ 7,4 milhões em bens do prefeito e secretária de educação, por suspeita de desvio de recursos do Fundef