Sábado, 21 de maio de 2022

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 27/01/2022

Janeiro de 2022 já tem mais mortes em Manaus, por covid, que outubro, novembro e dezembro

Epidemiologista da Fiocruz/Amazônia, Jesem Orellana, diz que letalidade da variante Ômicron 'foi subestimada'

Janeiro de 2022 já tem mais mortes em Manaus, por covid, que outubro, novembro e dezembro Jesem Orellana, epidemiologista da Fiocruz-Amazônia

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - Os primeiros 25 dias de janeiro de 2022 já registram mais mortes por covid-19 que todos os casos de óbitos dos meses de outubro, novembro e dezembro de 2021.

 

Segundo o boletim da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, no mês de outubro foram 13 óbitos, novembro mais 12 e dezembro 16 mortes, o que dá um total de 41 falecimentos, em três meses.

 

O boletim atualizado da FVS/AM informa que entre 1º a 25 de janeiro de 2021 foram 42 mortes.

 

O epidemiologista da Fiocruz/Amazônia, Jesem Orellana, estima que essa estatística vai aumentar, podendo até chegar a 70 óbitos, no final deste mês, levando em consideração que a média de falecimentos é de 4 por dia, na última semana.

 

“Estamos sendo conservadores com esta estimativa, pois como a mortalidade é um indicador tardio de circulação viral e o número de internados por covid 19 em UTI está só aumentando, é possível  que tenhamos bem mais que 70 mortos somente em janeiro de 2022”, afirma o epidemiologista.

 

O cientista diz que a letalidade da variante Ômicron foi subestimada pelas autoridades.

 

“A variante Ômicron foi, propositalmente, subestimada pelas autoridades. O resultado? Inédita e descontrolada disseminação viral, abrindo oportunidades para novas e até mais aterradoras variantes de preocupação. O que alguns chamaram de 'vacina natural' (Ômicron), além de estar causando números não esperados de casos graves e mortes, pode ser o passaporte para o novo coronavírus prolongar a pandemia, desnecessariamente", conclui Orellana. 

 

Sobe Catracas

MARIA GABRYELLA SANTOS, atleta

Com apenas 10 anos de idade, conquistou a medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de Jiu-Jitsu, modalidade Infantil, em São Paulo

Desce Catracas

DELEGADO FONSECA, prefeito de Oriximiná

Juiz mandou prefeito suspender portaria que reduz salário dos professores concursados de nível superior, publicada em março, assim que ele reassumiu o cargo