Sábado, 18 de setembro de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 22/07/2021

"Quem decide eleição é a Constituição, não os militares", diz Marcelo Ramos

Vice-presidente da Câmara disse que ameaça de golpe militar "precisa ser combatida pelos Poderes e sociedade"

Marcelo Ramos, deputado federal

DEAMAZÔNIA MANAUS, AM - O mais novo alvo de Bolsonaro, vice-presidente da Câmara dos Deputados, Marcelo Ramos (PL-AM), reagiu, por meio de Nota Oficial, à informação de que o ministro da Defesa, Walter Braga Neto, teria ameaçado a realização das eleições.

 

“Numa democracia, quem decide se tem ou não eleição não são os militares e sim a Constituição que eles juraram defender e cumprir. Portanto, se realmente houve o episódio, o ministro da Defesa, Braga Neto, se afasta do seu juramento militar e envereda por um golpismo que precisa ser combatido duramente pela sociedade, pelos Poderes e pelas instituições democráticas”, disse o deputado amazonense, que tem protagonizado diversos embates com o presidente Bolsonaro.

 

“A notícia de que o presidente Arthur Lira foi claro ao presidente Bolsonaro se postando ao lado da Democracia e da Constituição é uma questão importante”, completou.

Sobe Catracas

AUGUSTO SANTIN, piloto de Fórmula Vee

Representante do Pará e do Clube do Remo, conquistou segundo lugar na Copa ECPA da Fórmula Vee, em São Paulo 

Desce Catracas

FERNANDO MENEZES, vereador de Parintins (AM)

Apresentou Projeto de Lei para proibir a exigência da carteira de vacina da Covid-19 em estabelecimentos da cidade