DeAmazônia

MENU
Atualizado em 16/03/2015

PATROCINADORES ainda não fecharam com os bumbás

PATROCINADORES ainda não fecharam com os bumbás Bumbódromo de Parintins

PARINTINS, AM - Os dirigentes dos bumbás Caprichoso e Garantido terão de reajustar seus projetos de arena para o Festival Folclórico de 2015. A queda de receita estimada para este ano, vem das esferas governamental e e privada. Na sexta-feira (13), os presidentes Adelson Albuquerque ( Garantido) e Joilto Azedo ( Caprichoso) reuniram-se com o secretário de Estado da Cultura (SEC) Robério Braga e tratarram sobre regulamento da festa e patrocínios, O Estado, por exemplo, deverá fazer um corte de 30% de repasse de verba e a Coca-Cola até agora ainda não renovou contrato com os bois.

 

No ano passado, Garantido e Caprichoso receberam a monta de R$ 9 milhões, cada agremiação. Em 2015, a previsão mais otimista dos dirigentes é que chegue a pelo menos R$ 7 milhões, informou uma fonte. O repasse do Governo no ano passado foi de R$ 2,4 milhões, Coca-Cola R$ 1,3 milhão e Ambev R$ 1 milhão, incluindo R$ 100 mil em fornecimento de bebidas, para citar alguns dos patrocinadores.

 

O debate em retirar figura típica regional e reduzir o numero de 30 capacetes do item tuxaua para três sendo 1 a cada noite, continua. Artistas, que não participam do Conselho de Artes, do azul e nem da Comissão de Artes, do vermelho, consultados pelo blog deAmazônia, e que pediram reserva de seus nomes, disseram que são contrários a retirada de figura típica e de tuxauas, da ordem de apresentação do festival.” O que falta é criatividade. Falta os membros do Conselho e Comissão criarem mais para tirar o boi da mesmice, com projetos que sejam viáveis artisticamente e financeiramente. E isto pode ser feito sem mexer na retira de alegorias e itens”, afirmaram.

 

Nesta terça-feira,17, Joilto e Adelson voltarão a ter novo encontro com Robério, em Manaus, para decretarem as regras do jogo. O impasse no fechamento do regulamento da disputa também tem travado o contrato com patrocinadores. Aliás, o regulamento era para ter sido definido, no ano passado, mas um impasse entre as diretoriasemperrou o acordo.

 

Ao blog deAmazônia o secretário Robério Braga confirmou a reunião para terça-feira, na sede da SEC.” Os presidentes irão trazer o regulamento para ser assinado neste dia”, afirmou, sem dar mais detalhes sobre o encontro de sexta-feira passada.  

 

www.deamazonia.com.br

Sobe Catracas

CAROLINE BRAZ, secretária de Direitos Humanos do AM

Pela primeira vez, Amazonas aderiu a campanha nacional "Não é Não", contra o assédio, com ações por todo o estado no Carnaval 2020

Desce Catracas

VILSON GONÇALVES, prefeito de Aveiro (PA)

Virou alvo da Justiça em processo criminal acusado de recolher ICMS de mercadoria para exportação sem comprovar para Sefa saída do produto