Sexta, 18 de junho de 2021

DeAmazônia

MENU
Atualizado em 08/06/2021

Omar diz que Bolsonaro repetiu omissão, após onda de violência no Amazonas

Bolsonaro debocha dos ataques de facção em Manaus e provoca membros da CPI

Omar diz que Bolsonaro repetiu omissão, após onda de violência no Amazonas Presidente da CPI, senador Omar Aziz (Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado)

DEAMAZÔNIA BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não esconde mais que anda incomodado com as investigações da CPI da Covid-19. Ontem (08), ele voltou a instigar os senadores Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB), e a debochar da onda de violência de facção criminosa em Manaus.   

 

“Estamos tendo problema em Manaus, né? Acabou falecendo lá um chefe do tráfico e o pessoal está reagindo aí. Eu queria saber onde está os senadores Omar Aziz e Eduardo Braga? Eles não são lá do Amazonas? Não cuidam do estado? Estou aguardando o pronunciamento deles”, debochou o presidente, para apoiadores no cercadinho do Palácio do Alvorada.

 

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), reagiu. O senador disse que semelhante à pandemia, Bolsonaro mais uma vez é omisso, agora, com a segurança dos amazonenses. Omar disse que telefonou no domingo (6) para o ministro da Justiça pedindo apoio da Força Nacional.

 

“Presidente, o seu papel, como chefe maior da nação, era ter pego o telefone, não ficar brincando em cercadinho. O senhor foi omisso na pandemia e está sendo omisso em relação ao Amazonas”, afirmou o senador.

 

Segundo Omar, em nenhum momento o presidente se preocupou em saber do Ministério da Justiça a situação da onda de violência, em Manaus.

 

“O senhor tem que prestar atenção no que fala […] Você já fez graça com a morte das pessoas, você mandou comprar vacina com a mãe. E agora você não se prestou a pegar o telefone e ligar para o seu ministro da Justiça para saber o que estava acontecendo”, completou.

Sobe Catracas

ALEXANDRE FELIPE, professor da rede municipal de Manaus

Conquistou 2º lugar em prêmio nacional 'Diamante da Educação' por projeto que transforma lixo em instrumento de percussão para alunos

Desce Catracas

AIRTON SOUZA, vereador de Monte Alegre (PA)

Vereador é acusado de ameaçar oficial de Justiça e um sargento da PM, após receber intimação para audiência de conciliação de um processo agrário